Frank Worsley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frank Worsley
Frank Worsley
Nome completo Frank Arthur Worsley
Nascimento 22 de Fevereiro de 1872
Akaroa, Nova Zelândia
Morte 1 de fevereiro de 1943 (70 anos)
Inglaterra
Nacionalidade Neozelandês
Ocupação Marinheiro, Explorador

Frank Arthur Worsley DSO, OBE (Akaroa, 22 de Fevereiro de 18721 de Fevereiro de 1943) foi um marinheiro e explorador neozelandês.

Depois de ter trabalhado no Oceano Pacífico, em particular, nos correios do Pacífico Sul da Nova Zelândia (onde ficou conhecido por navegar até ilhas muito distantes e pequenas), juntou-se à Expedição Transantártica Imperial, liderada por Ernest Shackleton (1914–1916), como Capitão do navio Endurance. O objectivo era atravessar o continente antártico, mas o navio ficou preso no gelo e, posteriormente, foi esmagado e afundou-se. Todos os 28 homens ficaram à deriva numa placa de gelo até que lançaram os três barcos salva-vidas ao mar. Graças às capacidade de navegação de Worsley, chegaram à ilha Elefante, ao largo da Península Antártica.

Worsley, Shackleton e outros quatro homens, navegaram num barco salva-vidas de cerca de 7 m, o James Caird, por cerca de 1 300 km, através do tempestuoso oceano Antártico, e chegaram ao seu destino, a Geórgia do Sul. Foi um verdadeiro feito de navegação por parte de Worsley, que utilizou um sextante num pequeno barco que passou por ondas de 15 m. Shackleton, Worsley e o marinheiro Tom Crean, atravessaram a pé a Geórgia do Sul numa marcha continua de 36 horas para arranjar ajuda na estação baleeira Stromness. Todos os homens foram salvos da ilha Elefante. Worsley tornou-se um do marinheiros mais conhecidos devido ao seu feito de navegação efectuado durante a expedição, em particular a viagem do James Caird. Em 1931, publicou a sua história no livro Endurance, que permanece popular e a ser editado.

Durante a Primeira Guerra Mundial, Worsley comandou um navio secreto Q-ship, sendo responsável por afundar um submarino alemão numa manobra difícil. Foi o contramestre do Quest na última expedição de Shackleton em 1921-1922. Morreu de cancro do pulmão em 1943, em Inglaterra.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Endurance: An Epic of Polar Adventure, 1931, W.W. Norton & Company, 1999.
  • Shackleton's Boat Journey, 1933, W.W. Norton & Company, 1998.
  • Lansing, Alfred, Endurance: Shackleton's Incredible Voyage. 1959.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]