Franz Roh

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Franz Roh (Apolda, Turíngia, 21 de fevereiro de 1890Munique, 30 de dezembro de 1965) foi um historiador, crítico de arte e fotógrafo alemão.

Infância e juventude[editar | editar código-fonte]

Realizou estudos universitários em Leipzig, Berlim e Basileia, terminando a sua tese em 1920 em Munique que tratava sobre as pinturas flamengas do século XVII. Também esteve trabalhando para rádio Munique e para a revista Neue Zeitung, que lhe permitiu conhecer artistas como George Grosz, Kurt Schwitters, Willi Baumeister e Max Ernst.

A sua primeira exposição fotográfica realizou-a em 1920, e era formada por uma série de fotomontagens. Embora Roh ficasse mais conhecido na história da fotografia pelo seu ensaio Foto Auge, que escreveu após assistir à exposição Film und Foto realizada em 1929.

Historiador e crítico de arte[editar | editar código-fonte]

Em 1925 publicou o seu livro Nach Expressionismus: Magischer Realismus: Probleme der neusten europäischen Malerei (Pós-expressionismo: os problemas da nova pintura europeia) que teve bastante repercussão nos ambientes artísticos ao inventar o termo do realismo mágico. Este conceito de Roh é considerado uma importante contribuição para uma teoria fenomenológica ou existencial da estética.

Durante o regime nazista foi detido e isolado, e durante o seu cativeiro escreveu Das Verkannte Künstler: Geschichte und Theorie des kulturellen Mißverstehens (O gênio desconhecido: história e teoria da cultura incompreendida. )

Em 1946 casou-se com a historiadora de arte Juliane Bartsch. Em 1952 fundou Artothek em Berlim, o que permitiu recopilar o trabalho de artistas alemães. Em 1958 publicou uma história da arte na Alemanha.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Roh, Franz. Nach-expressionismus (Magischer Realismus): Probleme der neuesten europäischen Malerei, Leipzig: Klinkhardt & Biermann, 1925. (em alemão)
  • Roh, F. "Realismo mágico: Problemas de la pintura europea más reciente", trad. Fernando Vela, en Revista de Occidente 16-47 (abril-junio 1927), pp. 274-301. (em espanhol)
  • Roh, F. Realismo mágico, post expresionismo: Problemas de la pintura europea más reciente (trad. Fernando Vela), Madrid, Biblioteca de la Revista de Occidente, 1928. (em espanhol)
  • Paz, M.. Realismo mágico. Franz Roh y la pintura europea 1917-36 (em espanhol). Valência: IVAM, 1997. ISBN 978-84-482-1257-5
  • Roh, F.. Franz Roh  : teórico y fotógrafo (em espanhol). Valência: Generalitat, 1997. ISBN 978-84-482-1532-3
  • Marchán Fid, S.. (1998). "Los latidos de una época a través del arte : sobre "Realismo mágico. Post expresionismo", de Franz Roh" (118): 6-7 pp.. ISSN 0213-6449.
  • Roh, F.. Foto Auge (em alemão). Londres: Thames and Hudson, 1974. ISBN 978-0500540176
  • Roh, F.. German Art in the 20th Century (em inglês). Greenwich, Connecticut: New York Graphic Society, Ltd., 1968.
  • Zamora, L. P.. Magical Realism : Theory, History, Community (em inglês). Durham e Londres: Duke University Press 1995, 1995.
  • Scheel, Charles W. «La théorie esthétique du Magischer Realismus de Franz Roh (1925)» em Réalisme magique et réalisme merveilleux. Des théories aux poétiques (préface de Daniel-Henri Pageaux), París: L’Harmattan (Collection Critiques littéraires), 2005 (em francês)

Referências

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em espanhol, cujo título é «Franz Roh».

Ligações externas[editar | editar código-fonte]