Fraternidade das Igrejas Congregacionais da Austrália

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A Fraternidade das Igrejas Congregacionais da Austrália (Fellowship of Congregational Churches) é uma denominação congregacional conservadora australiana. Foi formada por quarenta congregações que originalmente faziam parte da União Congregacional da Austrália, mas que não adereriam à fusão da União Congregacional com os metodistas e os presbiterianos para formarem a Igreja Unida na Austrália, em 1977.

A Fraternidade das igrejas Congregacionais foi reconhecida como a sucessora legal da União Congregacional pelo Parlamento de Nova Gales do Sul.

Em 1995, algumas congregações, por assumirem uma postura mais ecumênica, em confronto com a postura conservadora da Fraternidade, deixaram-na para formarem a Federação Congregacional da Austrália

Atualmente, a Fraternidade conta com 31 congregações e é filiada à Fraternidade Mundial Evangélica Congregacional

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]