Frederica Luísa da Prússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frederica Luísa de Brandemburgo-Ansbach
Marquesa de Brandemburgo-Ansbach
Princesa da Prússia
Marquesa de Brandemburgo-Ansbach
Período 30 de Maio de 1729 - 3 de Agosto de 1657
Predecessor Cristiana Carlota de Württemberg-Winnental
Sucessor Carolina Frederica de Saxe-Coburg-Saalfeld
Cônjuge Carlos Guilherme Frederico de Brandemburgo-Ansbach
Descendência
Carlos Frederico de Brandemburgo-Ansbach
Carlos Alexandre de Brandemburgo-Ansbach
Guilhermina Leonor de Brandemburgo-Ansbach
Luísa Carlota de Brandemburgo-Ansbach
Pai Frederico Guilherme I da Prússia
Mãe Sofia Doroteia de Hanôver
Nascimento 29 de Agosto de 1714
Berlim, Alemanha
Morte 4 de fevereiro de 1784 (69 anos)
Unterschwaningen, Alemanha

Frederica Luísa da Prússia (29 de agosto de 1714 - 4 de fevereiro de 1784), foi uma filha do rei Frederico Guilherme I da Prússia e da princesa Sofia Doroteia de Hanôver.

Família[editar | editar código-fonte]

Sendo a sexta filha do rei Frederico Guilherme I da Prússia, Frederica era irmã do rei Frederico II da Prússia, da rainha Luísa Ulrica da Suécia e da duquesa Filipina Carlota de Brunswick-Wolfenbüttel.

Pelo lado da mãe, era neta do rei Jorge I da Grã-Bretanha, o que a tornava sobrinha do rei Jorge II e prima do príncipe Frederico de Gales, da princesa Ana de Orange e da rainha Luísa da Dinamarca e Noruega.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Frederica casou-se no dia 30 de maio de 1729, em Berlim, com o marquês Carlos Guilherme Frederico de Brandemburgo-Ansbach, um parente afastado seu. Tiveram quatro filhos:

  1. Carlos Frederico de Brandemburgo-Ansbach (7 de abril de 1733 - 9 de maio de 1737), morreu aos quatro anos de idade.
  2. Carlos Alexandre de Brandemburgo-Ansbach (24 de fevereiro de 1736 - 5 de janeiro de 1806), casado primeiro com a duquesa Carolina Frederica de Saxe-Coburg-Saalfeld; sem descendência. Casado depois com Elizabeth Craven; sem descendência.
  3. Guilhermina Leonor de Brandemburgo-Ansbach (20 de setembro de 1743 - 1768), morreu com cerca de vinte-e-cinco anos; sem descendência.
  4. Luísa Carlota de Brandemburgo-Ansbach (27 de abril de 1746 - 31 de janeiro de 1747), morreu aos oito meses de idade.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Frederica Luísa na sua infância.

Após a morte da sua irmã Carlota Albertina, Frederica Luísa passou a ter um lugar especial na família. A sua irmã Guilhermina descreveu-a nas suas memórias, caracterizando-a por "uma personalidade caprichosa e picuinhas". Contudo, era também elogiada pelo seu talento e beleza.

O seu casamento foi arranjado pela sua sogra, a regente de Ansbach, e pelo seu pai que desejava aumentar a sua influência no território. O seu irmão, o rei Frederico II da Prússia, aumentou o seu apanágio e recebeu um regimento de soldados de Ansbach em troca. O casamento não foi feliz. O seu marido, Carlos Guilherme Frederico, era conhecido como o "marquês selvagem" e chegou mesmo a dizer ao pai de Frederica que ele o tinha enganado com o casamento. Logo na viagem para Ansbach em junho de 1729 para o seu casamento, Frederica Luísa mostrava já sintomas de porfiria. Sofria de náuseas, vómitos e desmaios durante os quais "parecia morta". O seu marido afirmou também que Frederica era coxa e tinha dentes podres e, no início, recusou-se a dormir com ela. O príncipe-herdeiro Frederico da Prússia comentou sobre o casamento em Fevereiro de 1732 da seguinte forma: "A minha irmã e o marido Ansbach odeiam-se como o fogo." [»... ma soeur d'Anspac et son mari qui se Mr. haïssent comme le feu. "]. Frederica chegou mesmo a gravar no vidro de uma janela no seu quarto em Ansbacher Residenz, as palavras: "Sofro sem me atrever a dizê-lo".

Quando nasceu o seu primeiro filho, Frederica Luísa recebeu o Hofmark Unterschwaningen como residência. Contudo, o seu primogénito morreu no dia 8 de maio de 1737, aos quatro anos de idade. O marquês e toda a corte culparam Luísa pela sua morte. Luísa separou-se do marido e passou a viver cada vez mais isolada na sua propriedade que expandiu de forma artística. Frederica Luísa não regressou a Ansbach até à morte do marido. A sua infelicidade aumentou ainda mais pelo facto de o seu único filho sobrevivente se recusar a reconhecê-la ou recebê-la.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Frederica Luísa da Prússia em três gerações[1]
Frederica Luísa da Prússia Pai:
Frederico Guilherme I da Prússia
Avô paterno:
Frederico I da Prússia
Bisavô paterno:
Frederico Guilherme I de Brandemburgo
Bisavó paterna:
Luísa Henriqueta de Orange-Nassau
Avó paterna:
Sofia Carlota de Hanôver
Bisavô paterno:
Ernesto Augusto, Eleitor de Hanôver
Bisavó paterna:
Sofia de Hanôver
Mãe:
Sofia Doroteia de Hanôver
Avô materno:
Jorge I da Grã-Bretanha
Bisavô materno:
Ernesto Augusto, Eleitor de Hanôver
Bisavó materna:
Sofia de Hanôver
Avó materna:
Sofia Doroteia de Brunsvique-Luneburgo
Bisavô materno:
Jorge Guilherme de Brunsvique-Luneburgo
Bisavó materna:
Éléonore Desmier d'Olbreuse

Referências

  1. The Peerage, consultado a 7 de Maio de 2012.
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Frederica Luísa da Prússia