Frederico Valério

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde maio de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Frederico Valério (Lisboa, 11 de Junho de 1913 - Lisboa, 12 de Maio de 1982) foi um compositor português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de João Pires Valério (18 de Abril de 1887 - 19 de Março de 1961) e de sua mulher Justina da Paixão (13 de Abril de 1887 - 1973).

Com treze anos começou a mostrar interesse pela música e pela composição.

Em 1932,chefiou a 1ªOrquestra Típica de Acordeão Algarvia.composta por cinco grandes acordenistas algarvios,sendo eles:José Ferreiro, José Ferreiro Júnior,António Madeirinha,José Marúm e ainda outro também grande acordeonista.

Em 1934 estreou-se no teatro como compositor de canções e fados para revistas. A primeira revista foi "A Pérola da China". No ano seguinte escreve para "Milho Rei" onde Maria de Neves cantava "As Carvoeiras", o seu primeiro grande êxito.

Em 1936,chefiou a 2ª. Orquestra Típica de Acordeão Algarvia, em que fazia parte grandes acordeonistas como: José Marúm,Armindo Leal Barbosa,Madeirinha, José Ferreiro , José Ferreiro Júnior e Gonçalves Cochaco.

Orquestra Típica de Acordeon,em 1936,

Conhece Amália durante a revista "Essa é que é Essa".

Amália desloca-se ao Brasil e leva-o como director de orquestra. É no Rio de Janeiro que compôe "Ai, Mouraria" que foi estreado em 1945 no Teatro República.

Em 1947 é o autor da banda sonora do filme "Capas Negras".

A opereta "Rosa Cantadeira", com nomes como Hermínia Silva e Amália Rodrigues, estreou em Abril de 1948 no Teatro Apolo.

Quando tocava na orquestra do Casino Estoril, conheceu um empresário da Broadway que o convidou a vir para Nova Iorque.

Durante sete anos trabalhou como compositor para várias companhias. Em 1954 foi o autor do musical da Broadway "On with the show". Em Dezembro desse ano foi o autor de "Hit The Trail".

Regressou a Portugal em 1955. Em 1958 escreve a música para o filme "Sangue Toureiro".

Na década de 1970, casou-se com a actriz Laura Alves. Amália grava um disco composto exclusivamente por composições de Frederico Valério.

Cinema - Bandas Sonoras[editar | editar código-fonte]

  • Capas Negras (1947) - Armando de Miranda
  • Aqui, Portugal(1947) - Armando de Miranda
  • Um Marido Solteiro (1952) - Fernando Garcia
  • Madragoa (1952) - Perdigão Queiroga
  • Sangue Toureiro (1958) - Augusto França

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.

Maria José Valério é sua sobrinha. Recriou grande parte do seu repertório.

O seu musical "On with the show" foi estreado na Broadway em 1954.

A canção "Partir, Partir" foi divulgada internacionalmente na sua versão em inglês: "Don´t Say Goodbye".

A versão inglesa de "Ai Mouraria", "Star of the Night", foi gravado por Vic Damone e Eddie Fisher, entre outros. A letra era de Cole Porter, autor de êxitos como "Night and Day" e "Beguin the Begin".

O tema "Confesso" de Frederico Valério e José Galhardo aparece no álbum "Memória da Pele" (1989) de Maria Bethânia. Também foi cantado ao vivo por Caetano Veloso.

O "Fado da Saudade" foi interpretado por Deolinda Rodrigues no filme "Cantiga da Rua".

Casamentos e descendência[editar | editar código-fonte]

Casou primeira vez com María del Pilar Rodríguez García Cabeza Clemens, de quem teve uma filha, Maria do Pilar Clemens Valério (28 de Fevereiro de 1960), casada com José Eduardo da Costa Rodrigues e mãe de Sara Inês Clemens Valério Rodrigues (Lisboa, Maternidade Alfredo da Costa, 31 de Julho de 1982).

Casou segunda vez a 18 de Julho de 1979 com Laura Alves.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]