Freiherr

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma coroa de um Freiherr, na forma utilizada em cota de armas.

Freiherr, uma palavra germânica, era um título nobiliárquico da nobreza germânica, inicialmente do Sacro Império Romano-Germânico (em alemão: Heiliges Römisches Reich, HRR), ou em seus vários estados sucessores, tais como Prússia, Baviera, Württemberg, Hesse, etc.

Nestes estados sucessores, no Império Austro-Húngaro e em outras nações, tais como nos Países Bálticos e na Escandinávia, e também nos territórios que estiveram sob o domínio dos von Habsburg, como a Áustria, a Hungria, o Liechtenstein, as terras eslavas e uma parte da Suíça, freiherr era considerado equivalente ao título de barão. Sua tradução literal no alemão, é Senhor Livre. A distinção original para outros barões estrangeiros é que as terras de um freiherr eram de caráter alodial (patrimonial), em vez de serem um feudo. A partir do século XV, o título também foi atribuído a membros da nobreza, sem que estivesse ligado ao governo de um território ou a qualquer função pública, somente como grau de nobreza.

Em 1919, o título nobiliárquico de freiherr e todos os outros títulos da nobreza alemã, passaram a ser considerados como parte integrante do sobrenome dos titulares e de seus descendentes que ainda residiam na Alemanha.[1] .

Freifrau e Freiin são as suas formas no feminino.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Segundo o artigo 109 da Constituição de Weimar, criada na fundação da república de Weimar, em decorrência da dissolução do Império Alemão em 1918.
Ícone de esboço Este artigo sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.