Frin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Frin
Autor (es) Luis María Pescetti
Idioma Espanhol
País Flag of Mexico.svg México (Considera-se que o livro é do México, já que foi mencionado no Hola Luis que Frin foi criado, escrito e publicado no México antes que fosse publicado e adaptado a forma de falar dos argentinos.)
Género Novela
Série Frin
Ilustrador Flag of Argentina.svg O'kif (versão argentina e 2ª versão mexicana)
Flag of Mexico.svg Juan Gedovius (1ª versão mexicana)
Editora Flag of Argentina.svgFlag of Mexico.svgEditorial Alfaguara
Lançamento 1999
Cronologia
Último
Último
Lejos de Frin
Próximo
Próximo

Frin é um livro escrito por Luis María Pescetti, escritor e músico argentino.

O relato surgiu do programa do autor, Hola Luis, como uma novela onde ele narrava os acontecimentos da história. Um capítulo era relatado por semana (são 28 capítulos e um epílogo).

Porém devido ao exito entre os radiouvintes decidiu-se editar a história em um libro.

O livro tem 3 versões:

  • A 1ª versão mexicana, editada em 1999 pela editora Alfaguara, e ilustrada por Juan Gedovius. As ilustrações são mais obscuras, e os desenhos são más simples. Foi publicado na la série azul da Alfaguara Juvenil.
  • A versão argentina, editada no mesmo ano pela mesma editora, mas desta vez ilustrada por O'Kif y MG. As ilustrações são mais claras e complicadas do que a da edição mexicana. Foi publicado na la serie laranja (para crianças de 10 anos em diante).
  • Uma 2ª versão mexicana, aparecida em 2006, idêntica a versão argentina, de capa dura. Além disso, contêm uma ilustração que não foi publicada na edição argentina (mas foi publicada em Lejos de Frin e, muito antes, na sua página na internet). Foi publicado pela Alfaguara Infantil e a Alfaguara Juvenil.

Luis escreveu "Frin" e "Lejos de Frin", com base em sua infância e juventude, mas não é autobiográfica e nenhum personagem está baseado em pessoas reais.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.


Frin é um menino que é incomodado pelos seus colegas de classe, em especial por Ferraro, e até pelo seu professor de educação física, por sua inaptidão para os esportes, já que para o professor somente interessam os alunos que participarão das olimpíadas interescolares.

Durante a história conhece seus amigos: Lynko (quem foi incomodado quando chegou na escola por causa de seu suéter verde fosforescente, inclusive por Frin), Vera (cujo sonho é ser uma grande bióloga), y Arno (Frin não simpatizava com ele no começo).

Frin também está apaixonado por Alma, desde a chegada dela a sua escola, mas Alma gosta de Arno (por isso Frin não simpatizava com ele), pero no fundo gosta muito de Frin.

Ele consegue trabalho na papelaria do Elvio, quem se transforma em um bom amigo para Frin.

Então os 5 amigos organizam um piquenique, que marcaria suas vidas para sempre.

Depois Frin ficaria sabendo de uma terrível notícia: Alma iria ir embora para viver com seus avós por um curto período de tempo.

Algum tempo depois ele encontra aquele que seria seu cachorro, "Negrito".

Com ele Frin vai visitar Nulda, lugar onde viveria Alma com seus avós, sem avisar a ninguém (somente a Lynko, quem conta a Vera, e ela a seus amigos, e assim toda a escola percebe). Porém quando Frin estava pronto para voltar a sua cidade, Remo, o avô de Alma, lhe avisaria que Nulda tinha sido fechada por grevistas do moinho de farinha do lugar, pela única via pela qual Frin poderia voltar a sua cidade. Depois de algum tempo, e um engano do dono do moinho, Frin, Alma e seus avós se uniriam a greve. Lá, sem que ninguém saiba eles ficam sozinhos vendo as estrelas, até que se aproximam e se beijam. Frin e Alma acabam por se tornar namorados depois disso. O livro termina no epílogo, onde Frin vai embora cruzando a barreira de Nulda em um avião, prometendo que voltaria a Nulda para visitar Alma.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Personagens secundários[editar | editar código-fonte]

Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo está a ser traduzido de es:Frin (desde janeiro de 2013). Ajude e colabore com a tradução.

Para ver sobre os personagens principais, veja Personagens que aparecem nos 2 livros de Frin.

Rosa[editar | editar código-fonte]

Senhora de Nulda, a qual Frin acaba por conhecer. Ela conhece a todas as pessoas do povoado. Alguns de sus comentários não agradam a Frin, e por isso pensa que ela está louca.

Os desenhos de Gedovius e O'Kif coincidem em quase tudo. Ela é gorda, se penteia de forma rizada, seu cabelo é grisalho, más a Rosa de Gedovius usa roupa florida, e a de O'Kif usa ropa sem desenhos.

Têm uma filha que está grávida, e que trabalha no moinho de farinha de Nulda. Também têm um amigo chamado Vicente.

A filha de Rosa[editar | editar código-fonte]

Es una muchacha que está embarazada y trabaja para el molino harinero de Nulda. Se une a la huelga por no respetar sus derechos de la mujer embarazada. Mientras Daniel el jefe de los molinos se empiesa a preocupar porque razón no tiene las mujeres embarazadas a trabajar pero un día...Rosa esta muy cansada de todo y no puede mas le cuenta todo y por fin el entiende lo que pasa pero ella da parto en medio del molino daniel

Vicente[editar | editar código-fonte]

Amigo de Rosa. Sólo aparece dos veces en <<Frin>>

Remo e a avó de Alma[editar | editar código-fonte]

Son los abuelos de Alma. Son buenos con toda persona que se encuentran. Remo fue luchador en su juventud. La abuela (cuyo nombre no se reveló en el libro) sabe muchas leyendas del pueblo de Frin. Quieren mucho a su nieta y por ende a Frin a quién reciben en su casa como un nieto más.

Fede[editar | editar código-fonte]

Es un niño del grupo de Frin. no tiene mucha actuación en el libro, aparece solo 2 veces.También se menciona algo sobre un dibujo de la Revolución que hizo, y que, según él, era "cuando se fabricó la patria" es decir es un personaje circunstancial.

O repórter de televisão[editar | editar código-fonte]

Este reportero entrevistó a Frin en Nulda para un noticiero de la televisión. El reportero modificaba los hechos para hacerlo más dramático, y que la gente pensara que la huelga era algo terrible (por ejemplo, el reportero decía que Frin estaba atrapado en la huelga, cuando en realidad estaba a gusto ahí). Pero cuando el reportero le preguntó que si era terrible la huelga, frin le respondió:"imagínese que a usted lo echen, que lo despidan del noticiero, ¿que haría?". Los huelguistas respondieron a esta respuesta con una gran ovación, que hizo que el reportaje no finalizara como él quería (con su imagen al final). La nota fue repetida en todos los noticieros, e incluso en un programa de humor, dejando como a un tonto al reportero

Escritores mencionados[editar | editar código-fonte]

Durante el libro, se mencionaron a 5 escritores reales y conocidos, como un homenaje sincero y merecido del autor por sus obras, que Pescetti leía y les ha leído a sus alumnos y compañeros de clase.

Federico García Lorca[editar | editar código-fonte]

Es el escritor español del cual Frin, Lynko y un profesor han leído un fragmento: Es el fragmento de un poema que empezaba así: "¡Ay, cómo me cuesta quererte como te quiero!"

Italo Calvino[editar | editar código-fonte]

Es un escritor italo-argentino. Su profesor le ha leído a Frin y a su grupo una lectura de su libro, "Las Cosmicómicas", que trataba de cuando la Luna estaba tan cerca de la Tierra, que la gente salía a buscar queso a cucharadas. Pensó como 1ª estrategia para conquistar a Alma preguntarle sí podía salir con él a buscar queso a la Luna, pero desistió por ser muy bromista. En el capítulo 26 de las versiones mexicanas se hace referencia a "La leche de la Luna". En la versión argentina no se hace referencia a el. c.d.d +

Prêmios[editar | editar código-fonte]


  • Mención "The White Ravens", de la Internationale Jugendbibliothek (Biblioteca Internacional de la Juventud). Münich, Alemania, 2001.
  • Premio Destacados de la ALIJA (Asociación de la Literatura Infantil y Juvenil de Argentina {IBBY {International Board of Books for Young people} de Argentina}). Argentina, 2002.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Capítulo #1

Frin: El beso (Fragmento del capítulo 26, que aparece también en su disco "Antología", y que se puede descargar aquí mismo)