Frits Philips

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frits Philips
Nascimento 16 de Abril de 1905
Eindhoven, Países Baixos
Morte 5 de dezembro de 2005 (100 anos)
Eindhoven, Países Baixos
Nacionalidade Países Baixos holandês
Uma figura de Frits Philips no Lichtjesroute de 2005, em celebração ao seu cenetário

Frederik ("Frits") Jacques Philips (Eindhoven, 16 de Abril de 1905 — Eindhoven, 5 de Dezembro de 2005) foi um empresário dos Países Baixos.

Ele foi o quarto presidente do conselho de administração da Companhia Holandesa de Eletrônicos Philips.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Frits Philips nasceu na cidade de Eindhoven, no sul dos Países Baixos. Ele era o único filho de Anton Philips e Anna de Jongh, e era também sobrinho de Gerard Philips. Frits teve uma irmã mais velha (Annetje) e uma irmã mais nova (Jettie). Em 1923, ele iniciou seus estudos na Universidade Técnica de Delft; ele recebeu o grau de engenheiro em engenharia mecânica em 1929. Em 4 de julho de 1929, ele casou-se com Sylvia van Lennep com quem teve sete filhos. Em 18 de outubro de 1935, ele foi apontado vice-diretor e membro do conselho da Philips.

Durante a ocupação dos Países Baixos pela Alemanha Nazista na Segunda Guerra Mundial, Frans Otten e Anton Philips, os outros managers da companhia, fugiram para a Grã-Bretanha. Frits, entretanto, permaneceu nos Países Baixos. De 30 de maio à 30 de setembro de 1943, ele foi mantido no campo de concentração Vught por causa de uma greve na fábrica da Philips.

Durante a acupação, Frits salvou a vida de 382 judeus indicando ao nazistas que eles eram indispensáveis para o processo de produção na Philips. Em 1996, ele foi honrado por Yad Vashem como justo entre as nações pelas suas ações.[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.