From the Earth to the Moon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde outubro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
From The Earth To The Moon
Da Terra Até a Lua (BR)
Informação geral
Formato Minissérie
Duração 45 minutos
Criador(es) HBO
País de origem Estados Unidos Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Produtor(es) Tom Hanks
Ron Howard
Brian Grazer
Michael Bostick
Apresentador(es) Tom Hanks
Narrador(es) Tom Hanks
Elenco Ver elenco
Tema de abertura James Newton Howard
Tema de
encerramento
James Newton Howard
Exibição
Emissora de
televisão original
HBO
Formato de exibição 1080i (HDTV)
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 12

From the Earth to the Moon é uma minissérie de televisão dividida em doze episódios e que conta a história do programa espacial estadunidense na década de 1960 e início da década de 1970, com ênfase ao Projeto Apollo. Co-produzida por Tom Hanks, Ron Howard, Brian Grazer e Michael Bostick, foi lançada pela HBO em 1998. Foi baseada em sua maior parte no livro A Man on the Moon, do escritor Andrew Chaikin e fez utilização de vários efeitos especiais. Onze dos doze episódios tiveram a participação do ator e produtor Tom Hanks como narrador nos momentos iniciais. Contudo, o último episódio foi narrado por Blythe Danner, e neste Tom Hanks atuou como Jean-Luc Despont, um dos personagens, que teria sido assistente do cineasta Georges Méliès. O título da série foi baseado no famoso livro homônimo de Julio Verne. O já citado último episódio intercala momentos da última viagem tripulada à Lua com momentos de gravações do filme lançado por Georges Méliès, também baseado no livro de Verne. No Brasil, a série foi exibida pela HBO em 2000.

Proposta[editar | editar código-fonte]

A ideia de produzir uma minissérie retratando o programa espacial norte-americano na época das viagens à Lua surgiu após o sucesso do filme Apollo 13 (da mesma forma, o sucesso conseguido com o filme O Resgate do Soldado Ryan leva Tom Hanks e Steven Spielberg a produzirem a minissérie Band of Brothers, em 2001). Contudo, a proposta de From the Earth to the Moon era distanciar-se de outros filmes previamente produzidos a respeito de viagens espaciais. Desta forma, o Projeto Mercury, satisfatoriamente explorado no filme Os Eleitos, do início da década de 1980, é brevemente resumido apenas no primeiro episódio. Este episódio acabou mais focado no Projeto Gemini (até então nunca explorado por nenhum filme de renome) e na escolha dos astronautas que um dia caminhariam na Lua. Os produtores da séria já haviam trabalhado na criação do filme Apollo 13, que aborda a quase tragédia desta missão. Assim, o voo da nave Apollo 13 foi abordado por um episódio chamado We Interrupt This Program, mostrando a missão apenas do ponto de vista da mídia, praticamente sem exibir cenas dos astronautas durante a missão.

Episódios[editar | editar código-fonte]

1. Vamos Conseguir? (título original: We Can Do This?) --- Mostra o ambiente da Corrida Espacial sob a perspective da NASA, incluindo sua decisão de enviar homens à Lua. Mostra ainda, resumidamente, a missão de Alan Shepard, primeiro norte-americano no espaço, dentro do Projeto Mercury e alguns voos do Projeto Gemini (Gemini IV, o quase desastre da Gemini VIII e o último voo da série, Gemini XII).

2. Apollo 1 (título original: Apollo One) --- Este episódio concentra-se na tragédia da nave Apollo 1, que terminou na morte de três astronautas Mostra ainda o severo processo de investigação para determinar as causas do acidente. Mostra ainda como a participação do astronauta Frank Borman foi importante não apenas nas investigações como junto à Justiça norte-americana.

3. Contagem Regressiva (título original: We Have Cleared the Tower) --- Mostra uma equipe de televisão produzindo um documentário fictício a respeito do voo da nave Apollo 7. Não apenas os astronautas da missão são entrevistados como também a tripulação de reserva e outras pessoas que faziam parte do programa espacial norte-americano.

4. 1968 (título original: 1968) --- À semelhança de um documentário, durante boa parte do documentário é mostrada a situação do mundo e dos Estados Unidos em 1968, ano em que a Apollo 8, no Natal, torna-se a primeira nave tripulada a girar em torno da Lua. Boa parte da história é mostrada sob a perspectiva da esposa do comandante da missão, Susan Borman (interpretada pela atriz Rita Wilson, esposa de Tom Hanks). Boa parte do episódio é mostrada em preto e branco, com exceção do momento do lançamento da nave e das cenas no espaço.

5. 50 Toneladas (título original: Spider) --- Mostra o desenvolvimento do módulo lunar e todas as dificuldades inerentes. Foca o voo da nave Apollo 9, que fez o teste do módulo no espaço, bem como o ponto de vista de Tom Kelly, engenheiro da Grumman, a empresa responsável pela criação da nave. Por breves instantes é mostrado ainda parte do voo da nave Apollo 10.

6. Mar da Tranquilidade (título original: Mare Tranquilitatis) --- Trata-se da dramatização do primeiro pouso humano na Lua, realizado pela Apollo 11, com uma sequência de flashbacks por ocasião de uma entrevista entre os tripulantes da nave e um âncora fictício de nome Emmett Seaborn. O título original do episódio refere-se ao local de alunissagem da missão.

7. Na Superfície da Lua (título original: That´s All There Is) --- Este episódio foca-se na história do astronauta Alan Bean, quarto homem a caminhar na Lua, e suas experiências por ocasião do voo da Apollo 12. Trata-se de uma divertida representação da mais bem humorada equipe de astronautas que tripulou uma nave Apollo. O episódio também mostra, resumidamente, a história dos membros do terceiro grupo de astronautas da NASA, do qual Bean fazia parte.

8. Mudança de Planos (título original: We Interrupt This Program) --- Descreve a missão da Apollo 13 sob o ponto de vista da imprensa. O episódio evita comparações com o filme Apollo 13, focando-se apenas nos eventos que desenrolavam-se em terra enquanto a dramática missão prosseguia no espaço. Mostra ainda a rivalidade entre um veterano repórter e um jovem recém chegado ao cargo.

9. A Milhas e Milhas (título original: For Miles and Miles) --- Conta a história do astronauta Alan Shepard e sua luta para voltar ao serviço ativo como astronauta, mantido em proibição por um problema em seu ouvido interno. O episódio foca-se, sobretudo, no voo que Shepard realizou à Lua comandando a Apollo 14. O título refere-se à frase dita por Shepard ao tornar-se o primeiro homem a jogar golfe em solo lunar.

10. Galileu Tinha Razão (título original: Galileo Was Right) --- Foca-se no treinamento dos astronautas das Apollo para se tornarem conhecedores de Geologia para o trabalho na Lua. Mostra, especificamente, o voo da Apollo 15. A contribuição de geólogos como Leon Silver, Harrison Schmitt e Farouk El-Baz são também mostradas. O título faz referência a Galileu Galilei e sua teoria de que corpos com diferentes massas cairiam com igual velocidade no vácuo. Tal ideia foi demonstrada pelo comandante da Apollo 15, David Scott, ao deixar cair no solo uma pena e um martelo, simultaneamente.

11. Clube das Esposas (título original: The Original Wives Club) --- Conta a história do Projeto Apollo sob o ponto de vista das esposas dos astronautas e como elas enfrentavam a pressão da imprensa enquanto temiam pela segurança de seus maridos. Embora este episódio seja focado na missão Apollo 16, poucas cenas no espaço são mostradas.

12. Le Voyage Dans La Lune (título original: Le Voyage Dans La Lune) --- Intercala a história da última missão tripulada à Lua (Apollo 17), com partes do filme que o francês Georges Méliès produziu no início do século XX, filme este que também tem o título Le Voyage Dans La Lune. Curiosamente, este episódio, que mostra o último voo à Lua, é também um dos que mais focam o lado emocional dos astronautas envolvidos, quando seria de se esperar que tal ocorresse justamente no que mostrasse o primeiro pouso lunar.

Integração com filmes existentes[editar | editar código-fonte]

A minissérie, concentra-se no programa espacial Apollo, foi produzida com a intenção de não repetir outras representações dramáticas de eventos da corrida espacial.

O Projeto Mercury, que foi retratado no filme Os Eleitos, foi brevemente resumido no primeiro episódio. Os produtores da minisserie Hanks, Howard e Grazer, que tinham produzido anteriormente o filme Apollo 13, deliberadamente atiraram no episódio We Interrupt This Program a partir da perspectiva dos meios de comunicação que cobrem o voo, já que o filme já tinha coberto a história a partir do ponto de vista da tripulação e a equipe de controle da missão.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Muitos dos atores tiveram a oportunidade de conhecer pessoalmente alguns dos astronautas por eles interpretados, tornando-se amigos dos mesmos. O ator Brett Cullen, que interpretou David Scott, o piloto da Gemini VIII e Apollo 9 e comandante da Apollo 15, era convidado a ir à casa da família Scott antes da exibição de cada episódio em que ele encarnava o astronauta.
  • Para a realização de cenas que mostravam os astronautas caminhando na Lua foram utilizados balões de hélio presos a seus trajes. A flutuabilidade conferida pelos balões permitia a representação da baixa gravidade lunar.
  • Como a série foi gravada em estúdios, nas imagens em que os astronautas aparecem caminhando na superfície lunar, a parte inferior de seus trajes aparece, invariavelmente, murcha. Isso é evidência de que as cenas foram gravadas na Terra, sob atmosfera, pois se os atores estivessem usando um traje espacial no vácuo, o traje teria que ser todo pressurizado, mostrando-se inflado.
  • O quinto episódio mostra um módulo lunar real em algumas cenas. O mesmo foi construído para a missão Apollo 19. Esta missão levaria os astronautas Fred Haise, William Pogue e Gerald Carr à região lunar das Montanhas Hyginus, mas o voo nunca foi realizado, devido aos cortes de verbas.
  • Apesar de John Young ter sido um dos mais experientes astronautas da NASA, indo à Lua duas vezes (nas Apollo 10 e Apollo 16) e tornando-se o primeiro homem a ir ao espaço seis vezes, foi um dos personagens menos retratados na série. Um dos episódios onde ele é mais mostrado é como tripulantes reserva da Apollo 7, no terceiro episódio, justamente uma missão em que ele não foi ao espaço. Não foi criado um episódio específico sobre a Apollo 10 e o da Apollo 16 focou-se mais na vida das esposas dos astronautas que nestes próprios.
  • Alguns astronautas não aparecem na minissérie, como é o caso de John Glenn. Em uma única cena em que é mostrada uma fotografia do mesmo, optou-se por utilizar a imagem real do astronauta e não um ator representando-o.

Incorreções[editar | editar código-fonte]

  • No sexto episódio, quando os astronautas Neil Armstrong e Edwin Aldrin entram em um simulador, há uma aviso na porta pedindo que somente entrem no habitáculo após a retirada de sapatos. Quando os dois entram, pode-se ouvir o som de seus sapatos mesmo dentro do simulador.
  • Em algumas cenas é possível ver rostos e equipamentos de estúdio refletidos no visor dos capacetes dos astronautas, mesmo nas cenas feitas na Lua.
  • No sexto episódio, quando Neil Armstrong treina em um simulador voador do módulo lunar, na base de Ellington, perto de Houston, são visíveis, à distância, algumas montanhas. Contudo, o local não tem montanhas e nem mesmo colinas.
  • No terceiro episódio, que mostra o voo da Apollo 7, na cena em que os astronautas Walter Schirra, Walter Cunningham e Donn Eisele realizam uma simulação e descem da torre em um cabo, é possível ver um foguete Saturno V na torre. Contudo, a Apollo 7 foi lançada por um foguete Saturno IB. Nas cenas do lançamento da missão também é mostrado um foguete Saturno 5 decolando.
  • Em uma cena ao final do décimo segundo episódio, é mostrada uma famosa fotografia da missão Apollo 17. Na imagem, feita por Eugene Cernan, observa-se Harrison Schmitt, junto à bandeira norte-americana e tendo a Terra acima de seu ombro direito. Contudo, na imagem real, a Terra ergue-se acima do ombro esquerdo do astronauta, deixando claro que a foto mostrada na minissérie é um negativo.
  • Nos episódios, a comunicação entre os astronautas no espaço e o pessoal do controle em terra acontece sem nenhum intervalo para pergunta e resposta. Nas missões reais, havia um pequeno intervalo de cerca de 3 segundos [1] , pois os sinais de rádio tinham de percorrer um espaço de 380.000 quilômetros entre a Terra e a Lua [2] .
  • No terceiro episódio registra-se uma conversa entre Walter Schirra e Donald Slayton, em uma praia. Em dado momento é dito que o astronauta Gordon Cooper deixou o programa espacial. Contudo, esta conversa teria acontecido em 1968, antes do lançamento da Apollo 7, e Gordon Cooper, de fato, somente deixou a NASA em 1970, quando não lhe foi dado o comando da Apollo 13.
  • Durante rápido instante, em uma cena do nono episódio, é mostrada uma imagem real do astronauta Alan Shepard e não do ator que o interpreta. A cena é mostrada quando ele recebe suas honrarias após seu primeiro voo apo espaço, em 1961.
  • No quinto episódio, na cena em que o astronauta Russell Schweickart torna-se o primeiro tripulante da Apollo 9 a entrar no módulo lunar, as insígnias da NASA e da missão em seu traje espacial estão invertidas, bem como a bandeira norte-americana, colocada em seu ombro direito, quando na verdade ficava no esquerdo.
  • No sexto episódio é mostrada uma cena em que aparece a tela de um computador exibindo o aviso do alarme 1202 que, realmente, colocou em risco a alunissagem da Apollo 11. Contudo, a mesma cena mostrando esta tela já havia sido mostrada no mesmo episódio.
  • No primeiro episódio, que retrata um período entre 1961 e 1966, é mostrado um cruzador classe Ticonderoga. Contudo, somente em 1983 a marinha norte-americana passou a usar esta classe de navios, sendo o USS Ticonderoga (CG-47), o primeiro deles.
  • Em cenas de alunissagem é possível observar um jato de gases flamejantes saindo do motor do estágio de descida do módulo lunar. Contudo, o combustível utilizado pro esta nave não produzia nenhuma chama visível. O único efeito se observaria seria a poeira lunar sendo levantada. Contudo, nos episódios que mostram as missões Apollo 12 e Apollo 17, quando os estágios de subida dos módulos lunares decolam, não se observa chama alguma, algo correto.
  • Nas cenas mostradas no espaço as naves, ao terem seus motores acionados, produzem ruídos. Contudo, no vácuo do espaço é impossível haver propagação de qualquer onda sonora [1] .
  • No primeiro episódio, na cena em que a nave de Alan Shepard decola e distancia-se do Cabo Canaveral, uma imagem a partir do alto permite a visualização de todo a base. Nota-se a presença de instalações que foram utilizadas para a nave Apollo e para os ônibus espaciais. Contudo, em 1961, data do voo de Shepard, não existia ainda a nave Apollo e nem tampouco os ônibus espaciais.
  • No sexto episódio, quando Neil Armstrong e Edwin Aldrin estão na Lua, dentro do módulo lunar, há diferença de cor entre os aros para o capacete, junto ao pescoço dos astronautas: o de Armstrong é vermelho, enquanto o de Aldrin é azul. Na realidade, o aro de metal de ambos eram da mesma cor: vermelha.
  • Ainda no sexto episódio, na cena em que Aldrin desce pela escada do módulo lunar, Armstrong aparece caminhando de um lado a outro. Na realidade, Armstrong manteve-se a certa distância do módulo, parado e fazendo uma série de fotos de seu companheiro que descia pela escada.
  • Em vários episódios, a mesma imagem da Terra é mostrada para representar o planeta visível a partir da Lua. Por exemplo, esta imagem da Terra é mostrada no sexto episódio, retratando o voo da Apollo 11, em 1969. Contudo, a imagem, batizada como A Bolinha Azul, a mais famosa fotografia feita da Terra, foi conseguida pelos astronautas da Apollo 17, em 1972. A imagem mostra a Terra durante o verão no Hemisfério Sul, com a Antártica iluminada. Como a Apollo 17 decolou em dezembro, a imagem é coerente, pois nesta época é mesmo verão neste hemisfério. Contudo, a Apollo 11 decolou em julho, época de inverno no Hemisfério Sul.
  • No quarto episódio há uma cena em que o repórter Emmett Seaborn faz a cobertura do lançamento de um voo de teste de um foguete Saturno V. Durante o lançamento ele afirma poder sentir a onda de vibração do foguete, antes que as janelas do recinto onde se encontra desabem. Contudo, um repórter jamais seria mantido tão próximo do local de lançamento de um foguete .

Premiações[editar | editar código-fonte]

A minissérie foi premiada com o Emmy Award e um Golden Globe como melhor série de 1998 [3] .

Elenco[editar | editar código-fonte]

A minissérie tem um elenco bastante grande, impulsionado em parte pelo fato de que ele retrata 30 dos 32 astronautas que voaram (ou estavam se preparando para voar) das 12 missões do programa Apollo. (Os únicos dois astronautas da Apollo não representados por atores são creditados o piloto do Módulo de Comando da Apollo 13 Jack Swigert, e piloto do Módulo de Comando da Apollo 17 Ronald Evans.) Membros de muitas das famílias dos astronautas, e o da NASA e o pessoal que não é da NASA, também estão retratados.

Vários personagens de ficção (ou ficcionais) também estão incluídos, nomeadamente o apresentador de televisão Emmett Seaborn (Lane Smith), que aparece em 9 dos 11 episódios.


Tom Hanks (apresentador; Jean-Luc Despont)

John Posey (John Young)

Nick Searcy (Donald Slayton)

Daniel Hugh Kelly (Eugene Cernan)

David Andrews (Frank Borman)

Robert Treveiler (Gordon Cooper

Norbert Weisser (Wernher von Braun)

Brett Cullen (David Scott)

Bryan Cranston (Edwin Aldrin)

Mark Harmon (Walter Schirra)

Tim Daly (James Lovell)

George Newbern (Stuart Roosa)

Gary Cole (Edgar Mitchell)

Adam Baldwin (Fred Haise)

Steve Hofvendahl (Thomas Stafford)

Connor O'Farrell (James McDivitt)

Cary Elwes (Michael Collins)

Ben Marley (Roger Chaffee)

Jim Leavy (Clifton Williams)

Tony Goldwyn (Neil Armstrong)

Fredric Lehne (Walter Cunningham)

Ted Levine (Alan Shepard)

Gareth Williams (James Irwin)

Chris Ellis (Robert Parker)

Dan Lauria (James Webb)

Zeljko Ivanek (Thomas Mattingly)

George Newbern (Stuart Roosa)

John Mese (Donn Eisele)

Kieran Mulroney (Russell Schweickart)

Mark Rolston (Virgil Grissom)

Geoffrey Nauffts (Edward Gibson)

Tom Verica (Richard Gordon)

Dave Foley (Alan Bean)

J. Downing (Charles Duke)

Chris Isaak (Edward White)

Robert John Burke (William Anders)

Tom Amandes (Harrison Schmitt)

Michael Raynor (Alfred Worden)

Doug McKeon (Joseph Allen

Marc Macaulay (Karl Henize)

Peter Scolari (Charles Conrad)

Paul McCrane (Charles Conrad)

Tchéky Karyo (Georges Méliès)

Matt Craven (Thomas Kelly)

Reed Birney (John Houbolt)

Dann Florek (Robert Seamans)

Lane Smith (Emmett Seaborn)

Max Wright (Guenter Wendt)

John Carroll Lynch (Bob Gilruth)

Stephen Root (Chris Kraft)

David Clyde Carr (Gerry Griffin)

Deirdre O'Connell (Barbara Young, esposa do astronauta John Young)

Rita Wilson (Susan Borman, esposa do astronauta Frank Borman)

Elizabeth Morehead (Tracy Cernan, filha do astronauta Eugene Cernan

JoBeth Williams (Marjorie Slayton, esposa do astronauta Donald Slayton)

Cynthia Stevenson (Jane Conrad, esposa do astronauta Charles Conrad)

Elizabeth Perkins (Marilyn Lovell, esposa do astronauta James Lovell)

Debra Jo Rupp (Marilyn See, viúva do astronauta Elliot See)

Kristie Horton (Barbara Lovell, filhas do astronauta James Lovell)

Ruth Reid (Betty Grissom, viúva do astronauta Virgil Grissom)

Wendy Crewson (Faye Stafford, esposa do astronauta Thomas Stafford)

Mike Pniewski (cirurgião)

Kevin Pollak (Joe Shea)

Barry Bell (Rocco Petrone)

Dan Butler (Gene Kranz)

George Kapetan (Ed Fendell)

Holmes Osborne (George Low)

Rita Wilson (Susan Borman, eposa do astronauta Frank Borman)

John Mountford (Christopher Conrad, filho do astronauta Charles Conrad)

DeLane Matthews (Pat McDivitt, filha do astronauta James McDivitt]])

Elliot Kachnycz (Jay Lovell, filho do astronauta James Lovell)

Sally Field (Truddy Cooper, esposa do astronauta Gordon Cooper)

Diana Scarwid (Joan Aldrina, esposa do astronauta Edwin Aldrin)

Mikki Scanlon (Patricia Collins, esposa do astronauta Michael Collins)

Ashleigh Ann Wood (Alice Shepard, esposa do astronauta Alan Shepard)

Lesa Thurman (joan Roosa, esposa do astronauta Stuart Roosa)

Signe Kiesel (Martha Chaffee, viúva do astronauta Roger Chaffee

John Wickersham (Fido)

Jo Anderson (Pat White, eposa do astronauta Edward White)

Sam Anderson (Thomas Paine)

David Clennon (Leon Silver)

Isa Totah (Farouk El-Baz)

Dan Butler (Gene Kranz)

Ann Magnuson (enfermeira Dee O´Hara)

Steve DuMouchel (Jeff Jordy)

Ann Cusack (Jan Armstrong, esposa de Neil Armstrong)

Krista Adair (Josephne "Jo" Schirra, esposa do astronauta Walter Schirra)

Dann Florek (Robert Seamans)

Tim Parati (Blaisdell)

Clint Howard (Paul Lucas)

Rick Warner (Julian Bowman)

Winona Ryder (garota em festa no episódio 11)

Jason Khoury (Jovem Sahjid, no último episódio)

Bart Braverman (Velho Sahjid, no último episódio)

Walter Cronkite (ele próprio)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b [GLEISER, Marcelo. Micro Macro: reflexões sobre o homem, o tempo e o espaço. São Paulo: Publifolha, 2005.]
  2. [HARLAND, David M. Exploring The Moon: Apollo expeditions. Chichester, UK: Springer/Praxis, 1999]
  3. Amazon. [1]