Fronteira Egito-Israel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fronteira terrestre entre
 Egito
e  Israel
Posto fronteiriço de Taba
Delimita:  Egito e
 Israel
Comprimento: 266 km
Posição: 231
Criação: 1906, 1979
Traçado atual: 1988
Tratados: Tratado de paz israelo-egípcio

A fronteira entre Egito e Israel é a linha que limita os territórios do Egito e de Israel.

História[editar | editar código-fonte]

O armistício de 1949 entre Israel e Egito foi ratificado em 24 de fevereiro desse ano. A linha de armistício seguia a fronteira internacional (que data de 1906) com a exceção da Faixa de Gaza, que permaneceu sob ocupação egípcia..

O tratado de paz israelo-egípcio, assinado em 26 de março de 1979, criou uma fronteira internacional ao longo da linha de 1906. Um litígio começou com a marcação de fronteira no ponto mais a sul, Taba. Taba ficava no lado egípcio da linha de armistício de 1949, mas Israel argumentou que a localidade pertencia ao lado otomano da fronteira acordada entre otomanos e o Egito Britânico em 1906, pelo que houve imprecisão na marcação do limite. Submetido o processo a arbitragem internacional, constituiu-se a comissão com um membro de Israel, um do Egito e três estrangeiros. Em 1988, a comissão decidiu a favor do Egito, e Israel devolveu Taba aos egípcios no final do ano, cumprindo a sentença arbitral.

O Egito renunciou às pretensões sobre a Faixa de Gaza. A fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza encontra-se em processo de negociação entre Israel e a Autoridade Palestiniana.

Os dois estados estabeleceram relações diplomáticas em 1979. O Egito tem uma embaixada em Tel Aviv e um consulado-geral em Eilat. Israel tem uma embaixada no Cairo e um consulado-geral em Alexandria.

Ícone de esboço Este artigo sobre fronteiras é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.