Fronteira Estados Unidos-México

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fronteira terrestre entre
 Estados Unidos
e  México
A fronteira entre Estados Unidos e México abrange quatro estados dos EUA e seis estados mexicanos, com vinte pontos de travessia comercial
Delimita:  Estados Unidos e
 México
Comprimento: 3141 km
Posição: 10
Criação: 1821
Traçado atual: 1853
Tratados: Tratado de Adams-Onís, Compra Gadsden
Uma pequena cerca separa a densamente povoada Tijuana, no México (à direita) de San Diego, nos Estados Unidos, no setor da Patrulha Fronteiriça. Um segundo muro está sendo construído até o Oceano Pacífico.
Fronteira na praia em Tijuana.

A fronteira internacional entre Estados Unidos e México estende-se desde San Diego, na Califórnia, e Tijuana, na Baja Califórnia, a oeste, até Matamoros, em Tamaulipas, e Brownsville, no Texas, a leste. Ela atravessa uma variedade de terrenos, percorrendo desde grandes áreas urbanas até desertos inóspitos. Do Golfo do México ela segue o curso do Rio Grande até El Paso, no Texas, e Ciudad Juárez, em Chiruahua.

A extensão total da fronteira é de 3141 km, de acordo com a Comissão Internacional de Limites e Águas.[1] Ela é a fronteira internacional mais frequentemente cruzada do mundo, com aproximadamente 350 milhões de pessoas atravessando-a legalmente todo ano.[2]

Geografia[editar | editar código-fonte]

A região é caracterizada pela presença de desertos, montanhas rugosas, claridade abundante e por dois grandes rios: o Colorado e o Rio Grande.

Os estados estadunidenses situados ao longo da fronteira, de oeste para leste, são:

Califórnia, Arizona, Novo México e Texas.

Os estados mexicanos são:

Baja California, Sonora, Chihuahua, Coahuila, Nuevo León e Tamaulipas.

De oeste a leste, os pontos de travessia incluem as seguintes cidades gêmeas:

A população total residente na região fronteiriça é estimada em 12 milhões de pessoas.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]