Fugger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ícone de esboço Este artigo sobre história da Alemanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Os Fugger foram uma importante família de banqueiros e mercadores alemães (na época, sob o Sacro Império Romano-Germânico) do período entre o final da Idade Média e o início da Idade Moderna, incluindo o Renascimento. Foram financiadores de importantes empreitadas, como as grandes navegações e campanhas militares.

O membro mais importante da família foi Jakob Fugger. Seus negócios impulsionaram o desenvolvimento do comércio internacional e o surgimento da imprensa. Por meio de seu representante Fernão de Noronha, ele foi o primeiro estrangeiro a investir no Brasil, ainda em 1503. Fugger também teve papel destacado político: emprestou dinheiro a Maximiliano I para financiar a eleição de seu neto Carlos V como imperador do Sacro Império.

Ver também[editar | editar código-fonte]