Fuji (maçã)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Maçã Fuji é um clone de maçã desenvolvida por cultivadores da Estação de Pesquisa de Tohoku 農林省園芸試験場東北支場 em Fujisaki, (Aomori, Japão), no final da década de 1930, e começou a ser comercializada em 1962. É um cruzamento de duas variedades de maçã americana: "Red Delicious" e "Virginia Ralls Genet" (às vezes chamada de "Rawls Jennet").

O nome desta maçã vem de "Fujisaki". No entanto, costuma-se confundir o origem deste nome, acreditando-se que vem de Monte Fuji.

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

Maçãs Fuji costumam ser grandes e redondas. A média é de 75mm de diâmetro. Elas contêm entre 9% e 11% de açúcares por peso, e têm uma polpa densa que é mais doce e crocante do que muitas outras variedades de maçã, o que as torna popular com consumidores do mundo inteiro. Elas também possuem um prazo de validade longo comparado a outras maçãs, mesmo sem refrigeração. Com refrigeração, maçãs Fuji podem se manter frescas a até um ano. No Japão, maçãs Fuji continuam sendo best-seller insuperável. Consumidores japoneses preferem tanto a textura crocante e a doçura das maçãs Fuji (que é algo reminiscente da cobiçada pêra-nashi) que causam quase a exclusão de outras variedades, e as importações japonesas de maçã permanecem baixas. Aomori é, talvez, a região mais conhecida de cultivo de maçã do Japão. Das cerca de 900 mil toneladas de maçãs produzidas anualmente no Japão, 500 mil toneladas são de Aomori.

Fuji 20101209.jpg
Maçãs fuji.

Benefícios para o corpo[editar | editar código-fonte]

A maça Fuji é excelente para prevenir e manter a taxa de colesterol em níveis aceitáveis, através da ingestão de uma maçã por dia. Esse efeito é devido ao alto teor de pectina, encontrada na casca. Também tem um efeito acentuado para emagrecimento, pois a pectina dificulta a absorção das gorduras, da glicose e elimina o colesterol. O alto teor de potássio contido na polpa da maçã faz eliminar o sódio excedente, eliminando o excesso de água retida no corpo. Produz uma ação benéfica sobre o coração atuando de duas formas: pelo elevado teor de potássio e pela presença de pectina, que evita a deposição de gorduras na parede arterial, evitando a arteriosclerose. Por tudo isto, melhora a circulação sanguínea, reduzindo o trabalho cardíaco, prolongando a vida útil do coração. Também tem propriedade laxante e ajuda em alguns desarranjos intestinais. A Maça Fuji, contêm os minerais: cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, sódio, zinco, cobre, manganês e selênio e as vitaminas: A, B1, B2, B3, B5, B6, B9 - Folato, B12, C e E.

Uma árvore de maçãs Fuji

Como se escolhe[editar | editar código-fonte]

A variedade fuji pode ser encontrada facilmente nos hortifrutigranjeiros, nas feiras livres e nos supermercados. Escolha com base na aparência, na cor e no peso. Ela deve ter a pele bem lisa, mas não lustrosa. É mais opaca do que as outras maçãs e pode ter manchas douradas ou ser rajada. A variedade suprema tem cor vermelha mais uniforme, sem manchas. Em todas as situações, a pele deve estar intacta. Evite se os frutos tiverem partes batidas e pintas pretas. Devem estar pesados em relação ao volume, o que indica que estão frescos e suculentos. Quando não são frescos, perdem umidade, tornando-se leves.

Malus-Fuji.jpg

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Fuji (maçã)