Fulco III de Anjou

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fulco III de Anjou
Senhor feudal de Chatillon-sur-Marne
Selo de Fulk III
Nome completo
Fulco III de Anjou
Pai Godofredo I de Anjou
Mãe Adelaide de Vermandois
Nascimento 965/970
Morte 21 de junho de 1040
Metz

Fulco III de Anjou[1] [2] (965/970- Metz, 21 de junho de 1040) dito Nerra, o Negro, devido ao seu tom escuro, foi conde de Anjou de 987 a 1040.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Godofredo I de Anjou (entre 938 e 940 - 21 de julho de 987)[3] , conde de Anjou, e de Adelaide de Vermandois (928 - 987), filha de Roberto I de Vermandois (c. 910 - c. 966) e de Adelaide Werra da Borgonha.

Casou por duas vezes, uma com Hildegarda de Metz (c. 970 - 1046), filha de Guilherme IV da Aquitânia (935 - 3 de abril de 966)[4] e de Ema de Blois (c. 940 -?), de quem teve:

  1. Ermengarda Branca de Anjou (1018 - 18 de março de 1076) casada com Godofredo II de Gâtinais (? - 30 de abril de 1042).
  2. Branca de Anjou
  3. Godofredo II Martel (14 de outubro de 1006 - 1067), conde de Anjou e casado com Inês de Mâcon (995 - 1065).

O segundo casamento foi com Isabel de Vendome (c. 970 -?), de quem teve:

  1. Adela de Anjou casou com Bodo de Nevers e Vendôme, Conde de Nevers e Vendôme, filho de Landrico I de Nevers.
  2. Adelaide de Anjou casou com Geraldo de Montreuil "o Bom", senhor de Montreuil.

Referências

  1. Toda a sua genealogia no sítio Medieval Lands
  2. BnF Gallica : Padre Anselmo - Histoire généalogique et chronologique de la maison royale de France des Pairs, Grands officiers de la couronne et de la Maison du roi; et des grands barons. Tome sixième - Paris - 1730
  3. Refer to Bernard S. Bachrach, "Fulk Nerra: Neo-Roman Consul, 987-1040" (California, 1993) 261 and 262 for a useful genealogy of the Angevin comital line.
  4. Nouvelle Biographie Générale. The date of 5 February 995 probably comes from Owen.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.