Fulco I de Anjou

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
As armas dos condes de Anjou

Fulco I de Anjou "O vermelho" (870 - 940) foi o primeiro Conde Anjou, de 930 à 942, visconde de Angers de 898 a 930, de Tours de 898 a 909 e conde de Nantes de 909 a 919.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Ingelger I de Anjou cujo nome também aparece grafado como Ingelgarius I de Anjou (845 - 888) e de sua esposa Adelaide Amboine (840 - 907), senhora de Amboise e de Châtillon. Foi neto paterno de Tertúlio de Anjou, Conde de Anjou (821-?) e Petronilha princesa do Sacro Império Romano (825-?). Casou com Rosela de Loches, senhora de Loches, filha de Guerner de Loches, senhor de Loches, de quem teve:

  1. Ingelger de Anjou (? - 927).
  2. Guy de Anjou, Bispo dos Soissons.
  3. Fulque II de Anjou "O bom", conde de Anjou e de Tours (900 - 11 de Novembro de 958), casou por duas vezes, a primeira com Gerberge do Maine e a segunda com N. da Bretanha[1] .
  4. Adele de Anjou (900 -?) casou com Gautier de Valois (900 -?).

Referências

  1. A Herança Genética de D. Afonso Henriques, Luiz de Mello Vaz de São Payo, Universidade Moderna, 1ª Edição, Porto, 2002. pg. 285.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.