Fulgencio Yegros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Fulgencio Yegros
Fulgencio Yegros
Nome completo Fulgencio Yegros y Franco de Torres
Nascimento 1780
Quyquyhó, Paraguarí, Paraguai
Morte 17 de julho de 1821 (41 anos)
Assunção, Paraguai
Nacionalidade Flag of Paraguay.svg Paraguaio
Ocupação Cônsul do Paraguai

Fulgencio Yegros (Quyquyhó, 1780 - 1821) foi um destacado militar e político paraguaio, um dos responsáveis pela independência do país.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Yegros pertencia a uma das famílias mais tradicionais da Província do Paraguai; seu avô chegou a ser governador da província. Foi casado com a senhora Facunda Speratti e teve quatro filhos.

Trajetória[editar | editar código-fonte]

Sendo alferes no ano de 1801 e um dos poucos militares de carreira, integrou a expedição enviada ao norte paraguaio para reconquistar Coimbra das mãos dos portugueses.

Participou ativamente na defesa do Rio da Prata durante as invasões inglesas e ali conheceu a Fernando de la Mora e Juan Francisco Recalde.

Em 1810, Fulgencio Yegros chegou ao posto de capitão, nesse mesmo ano foi-lhe encomendada a defesa das costas do rio Paraná na zona de Paso de Patria.

Depois da batalha de Paraguari foi promovido a tenente-coronel. Passava por realista e logo depois da desmobilização massiva ordenada por Velasco foi dos poucos que ficaram com o comando da tropa, sendo nomeado governador das Missões.

Inteirado em 19 de maio dos movimentos em Assunção em 14 de maio, marchou até a capital chegando em 21 de maio.

Era o militar de mais prestígio e sua liderança no Exército era indiscutível.


Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.