Fundo petrolífero da Noruega

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Fundo petrolífero da Noruega é um fundo controlado pelo governo norueguês e pertencente ao povo da Noruega. Também é chamado o Fundo do petróleo.

O objectivo deste fundo é investir partes dos lucros gerados pela extração do Petróleo norueguês (sobretudo através dos impostos pagos pelas companhias petrolíferas e pelas licenças de exploração). Julga-se que as receitas do sector petrolífero tenham atingido o seu clímax e irão declinar significativamente nas próximas décadas.

O fundo petrolífero norueguês foi estabelecido em 1990 após uma decisão do Parlamento da Noruega para contrariar os efeitos do declínio das receitas e para amortecer os efeitos nocivos das grandes flutuações do preço do petróleo.

O fundo é administrado pelo Banco Central da Noruega. Desde 1998 o fundo petrolífero passou por um processo de fusão com outro fundo público noruguês e passou a ter autorização para investir um máximo de 50% do seu portfolio no mercado de ações internacional.

O portfólio atingiu um de valor de 2 trilhões de coroas norueguesas (NOK) (o correspondente a 400 bilhões de dólares) no primeiro trimestre de 2008. Entretanto, a administração do Banco Central da Noruega vem sendo considerada fraca e muito criticada depois que o fundo perdeu US$ 91 bilhões em 2008 devido aos investimentos em ações de risco.[1]

Referências

  1. Folha de SP, Fundo de pensão público da Noruega perde US$ 91,5 bi em 2008, Folha Online, 11/03/2009. http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u532853.shtml

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Noruega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.