Funeral de Michael Jackson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde novembro de 2011). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
O Staples Center local de realização do tributo, em 7 de julho de 2009, a Michael Jackson, que morreu em 25 de junho.

O funeral de Michael Jackson, realizado no dia 7 de julho de 2009, era esperado que fosse um dos maiores da história do entretenimento, superando inclusive aos funerais de Elvis Presley em 1977, que reuniu em torno de 77.000 pessoas, e o Funeral de Diana de Gales em 1997, acompanhado por aproximadamente 250.000 pessoas no Hyde Park de Londres.[1] Esperava-se que a audiência global fosse de mais de 1 bilhão de pessoas.[2]

Houve um velório familiar privado na manhã de 7 de julho em Forest Lawn Memorial Park's Hall of Liberty, em Hollywood Hills, seguido de um ato público no Staples Center, lugar onde o artista havia ensaiado para o que seria sua série de concertos intitulada This Is It, em 23 de junho, dois dias antes de sua morte. O caixão foi levado ao centro com um pouco de atraso, chegando as 10:00 da manhã (horário local). O memorial teve início as 10:30 da manhã, com música e palavras do pastor Lucious Smith.

Foram colocadas à disposição do público 17.500 entradas gratuitas, cujos destinatários foram escolhidos por meio de um sorteio realizado via internet, com uma participação ao redor de 1,2 milhões de pessoas nas primeiras 24 horas.[3]

Lista de convidados[editar | editar código-fonte]

Os participantes do tributo foram: Ron Boyd (amigo da família), Kobe Bryant, Mariah Carey, The Kardashians, Andrae Crouch, Berry Gordy, Jennifer Hudson, Shaheen Jafargholi (finalista do Britain's Got Talent, que cantou uma canção de Jackson), Magic Johnson, Martin Luther King III, Bernice A. King, John Mayer, Lionel Richie, Smokey Robinson, Reverendo Al Sharpton, Brooke Shields, Pastor Lucious Smith (amigo da família), Usher, e Stevie Wonder.[4]

Além dos mencionados, a ABC News informou que Justin Timberlake, o filho de Lionel Richie Nicole, que foi afilhado de Michael, o cantor Akon, Queen Latifah, Sean "Diddy" Combs, e Beyoncé estariam no tributo.

Programa[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde agosto de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
  1. Introdução de Smokey Robinson.
  2. "Soon and very soon", por Andrae Crouch's Choir.
  3. "I'll be there", por Mariah Carey e Trey Lorenz.
  4. Depoimento de Queen Latifah.
  5. "Jesus is love", por Lionel Richie.
  6. Depoimento de Berry Gordy.
  7. "I never dreamed you'd leave in summer" / "They won't go when I go", por Stevie Wonder.
  8. Depoimento de Kobe Bryant e Magic Johnson.
  9. "Will You Be There", por Jennifer Hudson.
  10. Depoimento do Reverendo Al Sharpton.
  11. "Human Nature", por John Mayer. ( só com o som de guitarra)
  12. Depoimento de Brooke Shields.
  13. "Smile", por Jermaine Jackson.
  14. Depoimento de Martin Luther King III e Bernice King.
  15. Depoimento de Sheila Jackson-Lee.
  16. "Gone too soon", por Usher.
  17. Depoimento de Smokey Robinson.
  18. "Who's loving you", por Saheen Jafargholi.
  19. Depoimento de Kenny Ortega.
  20. "We are the World".
  21. "Heal the World".
  22. Depoimento de Jermaine Jackson,Marlon Jackson e Paris Michael Katherine Jackson.
  23. Encerramento da cerimônia pelo Pastor Lucious Smith.

Caixão[editar | editar código-fonte]

A família comprou um ataúde dourado da marca "Promethean", com um custo de 25.000 dólares, similar ao de James Brown.[5] [6] Acredita-se que Dennis Tompkins e Michael Bush, desenhistas do vestiário de Jackson, tenham feito a vestimenta final. O caixão exibido no Staples Center foi decorado com um arranjo de flores vermelhas.

Transmissão ao vivo[editar | editar código-fonte]

O funeral foi transmitido ao vivo por várias cadeias de televisão estadunidenses como CBS, NBC, ABC, MSNBC, e MTV. Também foi transmitido por uma série de canais ao redor do mundo, incluindo BBC 2,[7] CNN, RTÉ Two,[8] TV3, Sky News e Sky Arts. O evento também foi transmitido em vários sites da web.[9]

Eventos paralelos foram realizados nas cidades de Berlim, Bruxelas, Gotemburgo, Londres, Malmo, Oslo, Paris e Estocolmo.[10]

No mundo lusófono, vários canais de televisão brasileiros e portugueses transmitiram o evento, tais como RTP, Rede Globo, Rede Bandeirantes, RedeTV!, Rede Record, MTV Brasil, Multishow, Band News, Record News, Record Internacional e Globo News.

O evento excedeu 2 bilhões e 500 milhões de espectadores na televisão e na internet, tornando-o o programa que mais pessoas assistiram na história da humanidade.

Referências

  1. Thompson, Paul. Michael Jackson: family to finalise funeral plans. The Daily Telegraph, 30 de junho de 2009.
  2. Singh, Anita. Michael Jackson funeral to take place in Los Angeles. The Daily Telegraph, 7 de julho de 2009.
  3. Allen, Nick. Thirteen applications per second for Michael Jackson memorial tickets. The Daily Telegraph, 6 de julho de 2009.
  4. Jackson Memorial Guest List Released. KNX 1070 Newsradio, 6 de julho de 2009.
  5. Police target 30 in hunt for Michael Jackson’s drug suppliers. The Sunday Times, 5 de julho de 2009.
  6. Promethean Bronze, Caskets by Batesville.
  7. Michael Jackson: ''CNN International'' BBC2 clears schedule to screen memorial.
  8. RTÉ Two screening Jackson memorial.
  9. Michael Jackson fans descend on Los Angeles for memorial service.
  10. Jackson's world fans mourn idol before memorial. Londres (AP) por Jill Lawless.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]