Futurama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Futurama
Informação geral
Formato Série de desenho animado
Duração 22 minutos (aprox.)
Criador(es) Matt Groening
Desenvolvedor(es) Matt Groening
David X. Cohen
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Produtor(es) 20th Century Fox
Elenco Billy West
Katey Sagal
John DiMaggio
Tress MacNeille
Maurice LaMarche
Lauren Tom
Phil LaMarr
David Herman
Tema de abertura "Theme from Futurama", por Christopher Tyng
Exibição
Emissora de
televisão original
Fox (1999–2003)
Comedy Central (2008–2013)
Formato de exibição 480i SD (Temporadas 1 a 4)
1080i HD (Temporadas 5 a 7)
Transmissão original 28 de Março de 1999 (1999-03-28)10 de agosto de 2003

23 de Março de 2008 (2008-03-23) - 4 de setembro de 2013
N.º de temporadas 7
N.º de episódios 140 (lista de episódios)
Cronologia
Programas relacionados The Simpsons

Futurama é uma sitcom animada americana de ficção científica criada por Matt Groening o mesmo criador dos The Simpsons e desenvolvida por ele e David X. Cohen para a Fox Broadcasting Company. A série acompanha as aventuras de Philip J. Fry, um rapaz novaiorquino entregador de pizza do final do século XX que, após ser "acidentalmente" congelado criogenicamente por mil anos, consegue um emprego na Planet Express, uma empresa interplanetária de entregas no retro-futurístico século XXXI.

Nos Estados Unidos, a série foi transmitida de 28 de março de 1999 a 10 de agosto de 2003 pela Fox, até que sua produção foi interrompida. As reprises de Futurama começaram a ser exibidas a partir de janeiro de 2003 pelo Adult Swim e pelo Cartoon Network, até o vencimento do contrato de transmissão em dezembro de 2007. Foi revivida no mesmo ano como uma série de quatro filmes lançados diretamente em DVD, o último deles saindo em princípios de 2009. Na mesma época o canal Comedy Central entrou em acordo com a 20th Century Fox Television para distribuir os episódios restantes e exibir os filmes no formato de dezesseis novos episódios de meia hora.[1] [2]

O Comedy Central passou a exibir Futurama em 2 de janeiro de 2008, com os novos episódios indo ao ar em 23 de março daquele ano.[3] Em 9 de junho de 2009, o estúdio produtor 20th Century Fox anunciou que o Comedy Central assumira o programa por mais vinte e seis novos episódios de meia hora, que começaram a ser transmitidos em 24 de junho de 2010.[4] Em 22 de abril de 2013, foi anunciado que Futurama não seria renovada após a sétima temporada, com os treze episódios finais programados para serem exibidos entre junho e setembro do mesmo ano.[5]

No decorrer de sua exibição, Futurama recebeu constantes elogios da crítica, o que culminou em 2010 em um registro no Guiness World Records por "Série Animada Atual Mais Aclamada".[6] [7] A animação foi indicada a treze Annie Awards e a oito Emmy Awards, vencendo sete e três das premiações respectivamente. O roteiro de Futurama foi indicado duas vezes ao Writers Guild of America Award, vencendo um pelo episódio "Godfellas". O programa recebeu também um Environmental Media Award pelo episódio "The Problem With Popplers".

Futurama deu origem a diversos produtos derivados, como uma série em quadrinhos, um jogo eletrônico, camisetas e calendários, entre outros.

Ambientação[editar | editar código-fonte]

Futurama é ambientada na cidade de Nova Nova York na virada do século XXXI, em uma época repleta de maravilhas tecnológicas. O local foi construído sobre as ruínas da atual Nova York, chamada na série de "Velha Nova York". Muitos dos dispositivos e estruturas são similares ao estilo Googie. Aquecimento global, burocracia inflexível e abuso de substâncias químicas são alguns dos temas sujeitos a uma exageração futurista, em um mundo onde tais problemas tornaram-se não só mais extremos como também mais comuns. Assim como Nova York tornou-se uma versão extrema de si mesma no futuro, outros locais da Terra ganharam o mesmo tratamento, como por exemplo Los Angeles, retratada como uma terra apocalíptica devastada e tomada pela poluição.

Numerosos avanços tecnológicos foram alcançados entre a época atual e o século XXXI. A habilidade de manter cabeças vivas conservadas em jarros foi inventada por Ron Popeil, resultando na presença de diversas figuras históricas e celebridades atuais na série, incluindo o próprio Groening. Este foi o dispositivo encontrado pelos roteiristas para encaixar e satirizar temas atuais no programa mas, curiosamente, muitas das cabeças preservadas são de pessoas que já haviam morrido quando do advento daquela tecnologia; um dos exemplos mais proeminentes é a presença constante de Richard Nixon, morto em 1994. A internet, apesar de totalmente imersiva, englobando todos os sentidos—e apresentando inclusive seu próprio mundo virtual—é lenta e consiste principalmente em pornografia, propagandas pop-up, e salas de bate-papo "obscenas". A televisão continua sendo um dos principais meios de entretenimento. É comum a presença de robôs autoconscientes, sendo eles e seus sistemas movidos a etanol a principal causa do aquecimento global. A roda tornou-se obsoleta (apenas Fry parece reconhecer seu design),[8] tendo sido substituída por carros voadores e uma imensa rede de tubos pneumáticos transparentes de transporte.

Em termos de meio-ambiente, animais comuns ainda existem, apesar de conviverem agora em conjunto com espécies mutantes, híbridas e extraterrenas. As corujas são frequentemente mostradas como substitutas dos ratos como peste doméstica, embora os ratos ainda existam e ajam como pombos, enquanto os pombos também continuam a subsistir. Pinheiros, anchovas e poodles entraram em extinção há 800 anos. A Terra ainda sofre os efeitos provocados pelos gases do efeito estufa, embora em um determinado episódio seja mostrado que isto foi anulado por um inverno nuclear. Em outro episódio, os efeitos do aquecimento global são de alguma forma superados com o lançamento de um cubo de gelo gigantesco no oceano, e posteriormente ao afastar a Terra do Sol.

A ambientação de Futurama serve de mero pano de fundo, e os roteiristas da série não se importam em cometer erros de continuidade se isso servir para explorar situações cômicas mais a fundo. O cenário de "mundo de amanhã" é usado enfim para destacar e ironizar temas atuais enquanto parodia o gênero de ficção científica.[9]

Personagens[editar | editar código-fonte]

Futurama é essencialmente uma sitcom cujo enredo gira em torno do cotidiano da companhia de entregas interplanetárias Planet Express e seus funcionários,[10] um pequeno grupo que fracassa grandemente em se adequar à sociedade.[11] Os episódios normalmente apresentam o trio Fry, Leela e Bender, embora enredos centrados nos demais protagonistas sejam comuns.

  • Philip J. Fry (Billy West): um entregador de pizza imaturo, desmazelado e de raciocínio lento, embora possuidor de um bom coração. Nos primeiros instantes de 1 de janeiro de 2000, cai "acidentalmente" em uma câmara criogênica, fazendo com que ela seja ativada e o congele. Ele desperta no ano-novo de 2999 pensado ter passado um milhão de anos em um dialogo com a Leela. Por fim ele consegue um emprego como entregador na Planet Express, empresa de propriedade de seu único parente vivo, seu sobrinho o professor Hubert J. Farnsworth.
  • Bender Bending Rodríguez (John DiMaggio): um robô alcoólatra, fumante, cleptomaníaco, misantropo, egocêntrico, de boca suja e pavio curto desenvolvido pela Mom's Friendly Robot Company em Tihuana no México. Foi programado originalmente para entortar vigas para a fabricação de cabines de suicídio, sendo designado posteriormente para o cargo de cozinheiro e gerente de vendas da nave. Conhecido também pelo desejo de se tornar um chef e cantor folk, é colega de quarto e o melhor amigo de Fry.
  • Professor Hubert J. Farnsworth (Billy West): 30 vezes sobrinho-neto Fry que fundou a Planet Express Inc. para financiar seus experimentos científicos. Embora seja retratado como um inventor e cientista brilhante, seus 159 anos de idade costumam provocar com frequência acessos de mau humor e esquecimento; tem um filho de 13 anos chamado Cubert.
  • Dr. John A. Zoidberg (Billy West): alien de aparência crustácea nascido no planeta Decapod 10, é o médico residente da Planet Express; tem 146 anos. Embora afirme ser um especialista em humanóides, seus conhecimentos de anatomia e fisiologia humana são no mínimo imprecisos. Sem teto e falido, é visto com desdém por todos os empregados da companhia—com exceção de Fry, que o considera nojento mas parece não se importar.
  • Amy Wong (Lauren Tom): eterna estagiária da Planet Express. Mimada, irresponsável, promíscua e incrivelmente rica, é estudante de engenharia na Universidade de Marte e herdeira do hemisfério ocidental marciano. Apesar de nascida no planeta vermelho, é etnicamente chinesa. Costuma se valer de gírias do século XXXI e xingamentos em cantonês.
  • Hermes Conrad (Phil LaMarr): o contador jamaicano da Planet Express é um burocrata nível 36 com uma queda por regras e apaixonado pelo tédio de formulários e burocracias. É casado com LaBarbara, com quem tem um filho de 12 anos, Dwight. Sua mãe era uma gorda promíscua.
  • Kif Kroker (Maurice LaMarche): 4° tenente e assistente pessoal de Zapp Brannigan. É membro de uma espécie anfíbia que habita o planeta Amphibios 9. Tímido e retraído, aparece frequentemente frustrado com as exigências absurdas de seu oficial comandante.
  • Mom (Tress MacNeille): proprietária malevolente, cruel e narcisista da MomCorp, a maior companhia do século XXXI, que detém o monopólio da fabricação e entrega de robôs. Em público, mantém a imagem de uma senhora gentil e amável ao usar termos estereotipamente antiquados e disfarçando-se em uma roupa mecânica que a torna gorda. Tem três filhos, Walt, Larry e Igner, que a veneram apesar de serem vítimas de constantes abusos.
  • Nibbler (Frank Welker): o animal de estimação de Leela é um alien natural de Eternium (um planeta 17 anos mais velho que o Big Bang), tendo sido resgatado por ela pouco antes da explosão de um planeta condenado. Apesar de ser do tamanho de um gato comum, sua raça é capaz de devorar animais muito maiores, excretando posteriormente uma substância chamada matéria negra, que é utilizada então como combustível em naves espaciais. Por mais que pareça ser um animal irracional, é revelado em um dos episódios que ele possui uma inteligência muito mais avançada que a dos seres humanos, pode fazer telepatia, e pertence a uma ordem secreta de protetores do universo contra uma raça de cérebros voadores que desejam destruir o universo. Aliás, foi o pequeno Nibbler que empurrou o Fry da cadeira para que de modo "acidental" ele fosse congelado por mil anos.

Episódios[editar | editar código-fonte]

Futurama tem um total de cento e cartoze episódios distribuídos por seis temporadas de produção. O decurso original de setenta e dois episódios, representando quatro das temporadas, foi dividido e exibido durante cinco temporadas entre 1999 e 2003. Após o cancelamento da série, os dezesseis novos episódios da quinta temporada de produção foram lançados entre 2007 e 2009 no formato de quatro DVDs de 90 minutos de duração cada, que foram posteriormente exibidos em capítulos de meia hora pelo canal Comedy Central. A transmissão da série voltou ao normal em 24 de junho de 2010, com uma sexta temporada que abrange vinte e seis episódios.[13]

Produção[editar | editar código-fonte]

David X. Cohen e Matt Groening no painel Futurama da Comic-Con 2009

Matt Groening começou a conceber Futurama em meados da década de 1990. Em 1996, ele recrutou David X. Cohen, então roteirista e produtor do Simpsons, para ajudar no desenvolvimento do programa. Os dois passaram um tempo pesquisando livros de ficção científica, programas de televisão e filmes antigos. Quando apresentaram o projeto para a Fox em abril de 1998, Groening e Cohen já haviam desenvolvido muitos dos personagens e enredos. Durante este primeiro encontro, a Fox encomendou treze episódios. Pouco depois, no entanto, Groening e os executivos da emissora entraram em desacordo acerca do controle criativo a ser exercido pela Fox no programa.[14] Com The Simpsons, a rede não tinha direito de intervir.[15] Groening explica que, "Quando tentaram opinar em Futurama, eu simplesmente respondi, 'Não, faremos isso da mesma maneira que fizemos com Simpsons. E eles responderam, 'Bem, não é assim que negociamos mais'. E eu disse, 'Oh, bom, essa é a única maneira como eu negocio.'"[16] Passada a fase de negociação, ele acabou recebendo a independência criativa que almejava. O nome "Futurama" vem de um pavilhão da Feira Mundial de Nova York de 1939. Projetado por Norman Bel Geddes, o pavilhão Futurama retratava como o artista imaginava que seria o mundo em 1959.[17]

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Quando chegou a hora de decidir quando o programa iria ao ar, Groening e Cohen solicitaram que Futurama fosse exibida às 20:30 de domingo, depois de Simpsons. A emissora discordou, optando ao invés disso por transmitir dois episódios na programação de domingo à noite antes de mover o programa para a grade regular de terça-feira.[18] Com o início de sua segunda temporada, Futurama foi mais uma vez exibida às 20:30 de domingo,[19] mas no meio da temporada o horário foi mudado novamente, desta vez para as 19:00 de domingo, sua terceira realocação de horário em menos de um ano.[20]

O novo horário fez com que o programa deixasse de ser exibido diversas vezes devido a eventos esportivos, o que acabou por prejudicar seu desempenho. Por outro lado, isso permitiu que os roteiristas e animadores se adiantassem à agenda de exibição, o que fez com que episódios produzidos durante uma temporada só fossem exibidos na seguinte. No começo da quarta temporada, por exemplo, todos os episódios a serem exibidos já estavam prontos, enquanto a produção trabalhava com pelo menos um ano de antecedência.[21]

Cancelamento (2003)[editar | editar código-fonte]

Durante sua quarta temporada, Futurama continuou a ser transmitida de forma errática.[22] Por deixar de ser exibida regularmente em razão de eventos esportivos, ficou difícil para os espectadores saberem quando um novo episódio da série iria ao ar. Esta grade instável fez com que a Fox deixasse de transmitir diversos episódios que foram produzidos para as temporadas três e quatro, e o excedente acabou sendo guardado para a utilização em uma quinta temporada. Os executivos da emissora também não apoiavam a produção do programa.[23] Embora Futurama não tenha sido cancelada oficialmente, na metade da transmissão da quarta temporada a Fox decidiu parar de comprar novos episódios da série, fazendo com que sua produção fosse interrompida antes do término da grade de programação de 2003. Isto acabou parodiado na sequência de abertura do último episódio daquela temporada, que mostrou uma fotografia de Fry, Leela e Bender com a legenda "Vejo Vocês em Algum Outro Canal".[24] [25]

Reprises[editar | editar código-fonte]

No final de 2002, o Cartoon Network adquiriu por dez milhões de dólares os direitos exclusivos da reprise de Futurama na TV a cabo.[26] Em janeiro de 2003, a rede começou a exibir os episódios da série como o carro-chefe da expansão de seu bloco de animações Adult Swim.[26] Com o fim do contrato, o Comedy Central comprou em outubro de 2005—no que permanece até hoje como a maior e mais cara aquisição da história da emissora—os direitos de retransmissão da série, exibindo posteriormente um pacote de 72 episódios.[27] Atualmente a série é exibida todas as noites, previamente a South Park.[28] Em 23 de março de 2008 um teaser do Comedy Central anunciou o retorno de episódios inéditos de Futurama, no que acabou sendo na verdade o filme Bender's Big Score dividido em quatro episódios de meia hora.

A série foi distribuída para diversos países. No Brasil, é exibida, dublada, pela FOX na TV a cabo e pela Band na TV aberta. Em Portugal, é exibida com legendas pela RTP2, FOX e FX.

Filmes em DVD[editar | editar código-fonte]

Quando o Comedy Central começou a negociar os direitos de transmissão das reprises de Futurama, a Fox sugeriu que havia a possibilidade da criação de novos episódios. As negociações estavam em andamento juntamente com a proposta do lançamento de dois ou três filmes diretamente em DVD, e quando o Comedy Central finalmente comprometeu-se a produzir dezesseis novos episódios, ficou decidido que quatro filmes seriam realizados.[29] Em 26 de abril de 2006, Groening afirmou em uma entrevista que o co-criador David X. Cohen e diversos roteiristas da série original retornariam para trabalhar nos filmes.[30] Todos os dubladores originais também concordaram em participar. Em fevereiro de 2007, Groening explicou o formato das novas histórias: "A equipe está escrevendo-as como filmes, e posteriormente vamos dividi-las, reconfigurá-las, encaixar material inédito e tentar fazê-las funcionar como episódios distintos".[31]

O primeiro filme, Futurama: Bender's Big Score, foi escrito por Ken Keeler e Cohen, e traz o retorno dos Nibblonianos, de Seymour, Barbados Slim, Robot Santa, a entidade espacial "Deus", Al Gore e Zapp Brannigan.[32] Animado em widescreen, foi lançado em DVD em 27 de novembro de 2007, com a possibilidade de um lançamento futuro em Blu-ray.[33]

O segundo filme, The Beast with a Billion Backs, foi lançado em 24 de junho de 2008, enquanto o terceiro, Bender's Game, saiu em novembro do mesmo ano em DVD e Blu-ray.[34] A quarta produção, Into the Wild Green Yonder, foi lançada em DVD e Blu-ray em 23 de fevereiro de 2009.[35]

Retomada[editar | editar código-fonte]

Uma vez que na época não havia outros projetos relativos à série em produção, o filme Into the Wild Green Yonder foi planejado como o final de Futurama. Groening, no entanto, expressara o desejo de continuar com o programa de alguma forma, inclusive em formato cinematográfico.[36] Em entrevista à CNN, ele afirmou: "Temos um ótimo relacionamento com a Comedy Central e adoraríamos produzir mais episódios com eles, mas não sei... estamos discutindo e há uma parcela de entusiasmo, mas ainda não posso dizer se é só da minha parte".[37]

Em 9 de junho de 2009, a 20th Century Fox anunciou que o Comedy Central assinara com o programa para 26 novos episódios de meia hora, que começariam a ser exibidos em junho de 2010.[38] [39] [40] A nova equipe de redatores era menor que a antiga e, apesar do retorno dos dubladores originais ter sido anunciado, ainda havia incerteza devido a exigências salariais. O problema foi posteriormente resolvido, e a equipe completa de dubladores voltou para a produção da série.[41] [42]

Quando o primeiro episódio inédito da nova fase de Futurama foi finalmente exibido em 24 de junho de 2010 pelo Comedy Central, tornou-se a maior audiência do ano e o melhor desempenho no horário nobre de terça-feira da história da emissora.[43]

Em 28 de março de 2011, a Comedy Central anunciou a produção de uma sétima temporada de Futurama. A nova temporada consiste de 26 episódios, divididos em duas etapas com 13 episódios cada. Os primeiros 13 foram exibidos em 2012, e os 13 últimos em 2013.[44] </nowiki>

A série hoje passa no Canal FOX Brasil e esta na décima temporada, segundo o canal é a temporada de encerramento. http://www.canalfox.com.br/br/series/futurama/fotos/#7841-t10-ultima-temporada.

Jogo eletrônico[editar | editar código-fonte]

Em 15 de setembro de 2000, o Unique Development Studios obteve licença para produzir um Video game de Futurama, enquanto a Fox Interactive ficaria responsável por sua distribuição.[45] A Sierra Entertainment tornou-se posteriormente a produtora do jogo, e ele foi lançado em 14 de agosto de 2003.[46] Foram disponibilizadas versões para as plataformas PlayStation 2 e Xbox, ambas utilizando tecnologia cel shading; versões do jogo projetadas para Nintendo GameCube e Game Boy Advance foram no entanto subsequentemente canceladas nos Estados Unidos e Europa.[47]

Notas e referências

  1. "Groening's Bargain to Yield Four Futurama Movies" Reuters (2007-01-28). Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  2. Wallenstein, Andrew (2006-06-22). "Futurama" gets new life on Comedy Central Reuters. Visitado em 13 de dezembro de 2010. Cópia arquivada em 2006-06-11.
  3. Comedy Central's 'South Park,' 'Lil' Bush,' More to Return in March (08-02-07). Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  4. Eric Goldman (2010-03-04). When is 'Futurama' Returning? IGN TV. Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  5. 'Futurama' to end seven-season run on Sept. 4 -- EXCLUSIVE
  6. Cordova, Gonzalo (24 de julho de 2010). Comedy Central At Comic-Con: Day Three, Futurama Panel Comedy Central Insider Comedy Central. Visitado em 13 de dezembro de 2010. Cópia arquivada em 2012-07-10.
  7. Abalos, Nelson (25 de julho de 2010). Comic Con 2010 Futurama Sets Guinness World Record PixelatedGeek.com. Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  8. "Mother's Day". Futurama. Fox Network. 2000-05-14. Episódio número 14, 2ª temporada.
  9. Cohen, David X. Futurama season 1 DVD commentary for the episode "Space Pilot 3000" [DVD]. 20th Century Fox.
  10. Cook, Lucius (26 de abril de 2004). Hey, Sexy Mama, Wanna Kill All Humans?: Looking Backwards at Futurama, The Greatest SF Show You've Never Seen Locus Online. Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  11. Gates, Anita. "Groening's New World, 1,000 Years From Springfield", The New York Times, 24 de janeiro de 1999. Página visitada em 13 de dezembro de 2010.
  12. "Trivia". IMDb
  13. "Countdown to Futurama: Time Travel"
  14. Needham, Alex. "Nice Planet...We'll Take It!", Outubro de 1999. Página visitada em 13 de dezembro de 2010.
  15. Snierson, Dan. "Space Case", Entertainment Weekly, 26 de março de 1999. Página visitada em 13 de dezembro de 2010.
  16. Groening Bites the Hand that Feeds Mr. Showbiz (8 de abril de 1999). Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  17. Taylor, Timothy Dean. Strange Sounds: Music, Technology & Culture. [S.l.: s.n.]. 104–105 pp. ISBN 0415936845.
  18. Duncan, Andrew. "Matt Groening Interview with Radio Times", Radio Times, 24 de setembro de 1999. Página visitada em 13 de dezembro de 2010.
  19. Villanueva, Annabelle. "Fall TV Preview: Tricks and Treats", Cinescape, September-Outubro de 1999. Página visitada em 13 de dezembro de 2010.
  20. Winer, Adam. "Futurama Shock", Entertainment Weekly, 9 de dezembro de 1999. Página visitada em 13 de dezembro de 2010.
  21. "David X. Cohen boards the Planet Express to find meaning in Futurama" Sci Fi Weekly (17 de dezembro de 2001). Visitado em 13 de dezembro de 2010. Cópia arquivada em 10 de junho de 2008.
  22. UPDATE UPDATED!! FUTURAMA Thing of the Past?? Or What?? Ain't It Cool News (12 de fevereiro de 2002). Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  23. 'Out of their minds': Groening savages TV execs Chortle (19 de março de 2003). Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  24. Fox Says 'No' to 'Futurama' Zap2it (12 de fevereiro de 2002). Visitado em 13 de dezembro de 2010. Cópia arquivada em 14 de outubro de 2003.
  25. Remeber Me after my Death! Can't Get Enough Futurama (15 de maio de 2003). Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  26. a b "Toon Net Gets 'Futurama'", Daily Variety, 9 de setembro de 2002. Página visitada em 13 de dezembro de 2010.
  27. Adult Swim Cartoon Network Pressroom. Visitado em 13 de dezembro de 2010. Cópia arquivada em 2 de janeiro de 2008.
  28. Dempsey, John. ""Futurama" in Comedy Central's future via big deal", Variety, 27 de outubro de 2005. Página visitada em 13 de dezembro de 2010.
  29. "Exclusive Interview: Claudia Katz on Futurama the Movie: Bender's Big Score"
  30. Rabin, Nathan (26 de abril de 2006). Matt Groening The A.V. Club. Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  31. Rhymes with Raining Crave Online (2007-02-26). Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  32. Ain't It Cool News: "Ben Sinister Has Read The New FUTURAMA 'Movie'!!". Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  33. (5 de abril de 2008). Tales of Interest: The Simpsons and Futurama in high-definition. HDTVTotal.com.
  34. Hornig, Andreas (28 de julho de 2008). Futurama's third direct-to-disc movie "Bender's Game" on Blu-ray HDTVTotal.com. Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  35. Into the Wild Green Yonder at Blu-ray.com Blu-ray.com. Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  36. Wortham, Jenna (4 de novembro de 2008). Futurama Animators Roll 20-Sided Die With Bender's Game Wired.com. Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  37. Leopold, Todd. "Matt Groening looks to the future", CNN.com, 26 de fevereiro de 2009. Página visitada em 13 de dezembro de 2010.
  38. Ausiello, Michael (9 de junho de 2009). It's official: 'Futurama' is reborn! Entertainment Weekly. Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  39. 'Futurama' Returns to Production with an initial order of 26 New Episodes to Premiere Mid 2010 Press Central Comedy Central Press Release (10 de junho de 2009). Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  40. Goldman, Eric (9 de junho de 2009). Futurama Return Made Official IGN. Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  41. Schneider, Michael. "'Futurama' returns with new episodes", Variety, 9 de junho de 2009. Página visitada em 13 de dezembro de 2010.
  42. Schneider, Michael. "'Futurama' without original voices?", Variety, 17 de julho de 2009. Página visitada em 13 de dezembro de 2010.
  43. Gough, Paul J. (29 de junho de 2010). "Futurama" returns with strong ratings Reuters. Visitado em 13 de dezembro de 2010.
  44. Rosenblatt, Michelle (28 de março de 2011). COMEDY CENTRAL RENEWS "FUTURAMA" FOR 26 NEW EPISODES Comedy Central. Visitado em 24 de julho de 2011.</span> </li> <li id="cite_note-VideoGame1-45"><span class="mw-cite-backlink">[[#cite_ref-VideoGame1_45-0|↑]]</span> <span class="reference-text">{{cite web|url=http://www.gamespot.com/news/2628824.html?q=Futurama|title=Futurama Finds a Developer|accessdate=13 de dezembro de 2010}}</span> </li> <li id="cite_note-VideoGame2-46"><span class="mw-cite-backlink">[[#cite_ref-VideoGame2_46-0|↑]]</span> <span class="reference-text">{{cite web|url=http://www.gamespot.com/news/6025618.html?q=Futurama|title=Sierra to bring Futurama game to the US|accessdate=13 de dezembro de 2010}}</span> </li> <li id="cite_note-VideoGame3-47"><span class="mw-cite-backlink">[[#cite_ref-VideoGame3_47-0|↑]]</span> <span class="reference-text">{{cite web|url=http://www.gamefaqs.com/console/gamecube/data/583447.html|title=Futurama Info — Futurama Information — Futurama Release Date|accessdate=13 de dezembro de 2010}}</span> </li> </ol>

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Futurama
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Futurama