Gálata

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Turquia Gálata
Beyoğlu, Karaköy [a]
 
—  Bairro (semt ou mahallele)  —
A Torre de Gálata  (Megalos Pyrgos), construída em 1348 na parte mais alta da cidadela da colónia da República de Gênova
A Torre de Gálata (Megalos Pyrgos), construída em 1348 na parte mais alta da cidadela da colónia da República de Gênova
Gálata está localizado em: Istambul
Gálata
Localização de Gálata em Istambul
41° 1' 22" N 28° 58' 25" E
Cidade Istambul
Distrito Beyoğlu


Gálata (em turco: Galata) é um bairro do distrito de Beyoğlu, em Istambul, na Turquia.[a] Encontra-se na margem norte do Corno de Ouro, separado da península histórica da antiga Constantinopla. Há várias pontes que cruzam o Corno de Ouro, entre elas a de Gálata. Gálata foi uma colônia da República de Gênova entre 1273 e 1453. A famosa Torre de Gálata foi construída pelos genoveses em 1348 na parte mais setentrional e elevada da cidadela.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Existem diversas teorias respeito à origem do nome Gálata. Segundo os italianos, o nome provém de Calata (que significa «costa abaixo»), já que se encontra pendente para o mar desde uma colina. Os gregos crêem que o nome provém de Galaktos (que significa "leite"), já que os pastores utilizavam a zona durante a Idade Média, ou da palavra Galat (que significa «celta»), já que se acreditava que a tribo celta dos Gálatas acamparam aqui durante o período helenístico antes de se fixarem na Galácia, na Anatólia Central. Os habitantes de Galácia são famosos pela Epístola aos gálatas e a estátua Gálata moribundo.

História[editar | editar código-fonte]

Na época bizantina, Gálata teve grande importância devido à antiga torre de Gálata (Megalos Pyrgos), desde onde se podia levantar uma cadeia durante as épocas de guerra para bloquear a entrada ao Corno de Ouro. Essa torre foi destruída durante a Quarta Cruzada em 1204, tendo os genoveses construído a atual em um lugar próximo, chamando-lhe Christea Turris (Torre de Cristo). Entre 1273 e 1453, quando os otomanos conquistaram Constantinopla, Gálata (ou Pera, como também começou a ser conhecida) foi uma colônia genovesa.

As ruínas do palácio do genovês Montano de Marinis, conhecido como Palazzo del Comune ou Bereket Han, construído em 1314,[1] se encontram na Bankalar Caddesi, uma rua estreita que foi o centro financeiro no final do Império Otomano, com vários edifícios da época otomana, incluindo a sede do Banco Central Otomano. Parte da decoração da fachada do Palácio Genovês foi utilizada para adornar os edifícios dos bancos do século XIX.

Outro edifício famoso de Gálata é a igreja de São Paulo, construída em 1233 por sacerdotes dominicanos durante o Império Latino (1204-1261). Atualmente, o edifício é a Mesquita de Arap (Arap Camii), pois o sultão Bayezid II ofereceu-a aos muçulmanos espanhóis que se refugiaram no Império Otomano na sequência das perseguições da Inquisição espanhola iniciadas em 1492.

O Galatasaray Spor Kulübü, um dos clubes de futebol mais conhecidos de Turquia, toma seu nome do bairro. Fundou-se em 1905, na Praça de Galatasaray, onde também se encontra o Liceu de Galatasaray (Galatasaray Lisesi), antigamente conhecido como Mekteb-i Sultani (escola imperial). Galatasaray significa "palácio de Gálata".

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

[a] ^ Os nomes Gálata, Pera e Beyoğlu tanto se aplicam à área alargada que constitui atualmente a parte sul do distrito administrativo de Beyoğlu como à áreas mais restritas. Em sentido estrito Gálata designa os quarteirões e antigos nas imediações da Torre de Gálata, constituindo a parte sudoeste daquilo a que os europeus chamavam "Pera" ou "cidade de Pera". Por vezes Gálata aparece também associado ao bairro de Karaköy, cujo nome geralmente se associa à zona costeira do norte da embocadura do Corno de Ouro e da margem adjacente do Bósforo.
  1. Bereket Han (em inglês) www.obmuze.com Museu do Banco Otomano (em Istambul). Visitado em 26 de julho de 2011. Cópia arquivada em 10 de abril de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gálata


  • Eldem, Edhem. The Ethnic Struture of Galata (pdf) (em inglês) Istanbul Reminiscenses (www.belleklerdekiistanbul.org) Fundação de História da Turquia (Tarih Vakfı). Visitado em 23 de julho de 2011.