Gália Lugdunense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Provincia Gallia Lugdunensis
Província Gália Lugdunense
Província do(a) Império Romano

27 a.C.297
 

 

 

Location of Gália Lugdunense
Gália Lugdunense, ca. 400
Capital: Lugduno
Governador: Legado imperial
Período : Antiguidade Clássica
 -  Criada depois das Guerras Gálicas 83 a.C.
 -  Reformas administrativas de Diocleciano 297 d.C.

Gália Lugdunense (em francês: Gaule Lyonnaise), chamada também apenas de Lugdunense, era o nome de uma província do Império Romano localizada no território da moderna França e parte do território conhecido como Gália Celta. Seu nome deriva de sua capital, Lugduno (Lugdunum; moderna Lyon), possivelmente a maior cidade europeia na época a oeste da Itália e também um grande centro de cunhagem de moedas. A Lugdunense era uma província imperial, considerada importante o suficiente para ser governada por um legado.

História[editar | editar código-fonte]

O território original da província se estendia dos rios Sena e Marne no nordeste, na fronteira com a Gália Bélgica, até o Garona no sudoeste, a fronteira com a Gália Aquitânia. As três Gálias foram criadas por Augusto em 27 a.C. para administrar os territórios da antiga Gália Comata, conquistada por Júlio César entre 58 e 51 a.C. Perto de Lugduno, a capital da província, estava o Santuário Federal das Três Gálias, onde se reuniam os governadores das três províncias para o culto de "Roma e Augusto". O local exato, an confluência do Saône e do Ródano, era chamado de "Condate" ou "Ad confluentes"[1] .

Suas fronteiras eram os rios Loire, Saône e Sena, o Canal da Mancha e o extremo norte do golfo de Biscaia. Era, portanto, a faixa de terra que se estendia desde Lugduno, ao sul, até a costa da Armórica (Bretanha e Normandia), ao norte. Juntamente com a B

Reforma de Diocleciano[editar | editar código-fonte]

Lugdunensis I; Lugdunensis II
Lugdunensis III; Lugdunensis IV
Lugdunense I; Lugdunense II
Lugdunense III; Lugdunense IV
Província do(a) Império Romano

297–Séc. V
Location of Lugdunense
Diocese da Gália com as quatro lugdunenses, ca. 400
Capital: Lugduno (I)
Rotômago (II)
Cesaroduno (III)
Agedinco (IV)
Período : Antiguidade Tardia
 -  Partição da Gália Lugdunense em duas novas províncias 297 d.C.
 -  Nova repartição por Constantino Década de 330
 -  Conquistada pelos francos Séc. V

Em 297, durante da reforma administrativa de Diocleciano (r. 284-305), a Lugdunense foi dividida em duas províncias:

  • Lugdunense I (ou Prima), com capital em Lugduno.
  • Lugdunense II (ou Secunda), com capital em Rotômago (Ruão).

Depois, durante o reinado de Constantino (r. 306-337), elas foram novamente subdivididas:

  • A Lugdunense I permaneceu com os territórios dos vales do Saône e Allier;
  • A Lugdunense IV foi separada da Lugdunense I e passou a abranger a região de Orléans, ao sul da Ilha de França, com capital em Agedinco (também chamada de Senones; Sens);
  • A Lugdunense II permaneceu com a Normandia.
  • A Lugdunense III foi separada da Lugdunense II e passou a abranger a Bretanha, Maine, Anjou e Touraine, com capital em Cesaroduno (Tours).

As quatro foram subordinadas à nova Diocese das Gálias da Prefeitura pretoriana das Gálias.

Principais cidades[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Turcan Robert. Un bimillénaire méconnu : l'assemblée des trois Gaules. In: Comptes-rendus des séances de l'Académie des Inscriptions et Belles-Lettres, 135e année, N. 4, 1991. pp. 733-742.Lire en ligne

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Lugdunensis (em inglês) Britannica. Página visitada em 03/02/2014.