Gáspár Károlyi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gáspár Károlyi
(1529-1591)
A bíblia de Viszolyi foi impressa em 20 de Julho de 1590
Nacionalidade  Hungria
Data de nascimento 1529
Local de nascimento Nagydisznód,  Roménia
Data de falecimento 31 de dezembro de 1591
Local de falecimento Gönc,  Hungria
Ocupação Pastor calvinista húngaro e tradutor da Bíblia
Alma mater Universidade de Halle-Wittenberg

Gáspár Károlyi (1529-1591) * Nagydisznód, 1529, † Kolozsvár, 31 de Dezembro de 1591), foi um pastor calvinista húngaro e autor da primeira bíblia completa no idioma húngaro, também conhecida como Bíblia de Vizsoly (1590)

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi educado inicialmente em sua cidade natal, e mais tarde, estudou em Wittenberg e na Suíça, retornando para sua cidade em 1556. Em 1559, tornou-se pastor em Gönc, cargo que ocupou até a sua morte. Em1566 presidiu o Sínodo de Gönc. Em 1584 ele se transferiu para Tállyia.

A sua obra prima foi criada com a ajuda de inúmeros colaboradores: o trabalho foi iniciado em 1586 e a impressão ficou a cargo de Bálint Mantskovits († 1596).

A Bíblia de Viszloy[editar | editar código-fonte]

Estátua de Gáspár Károlyi

Gáspár Károli começou a trabalhar com a sua tradução em 1586 e terminou três anos depois. Como era impossível na época que uma pessoa traduzisse a Bíblia completa num curto período de tempo, outros tiveram de colaborar. A análise do vocabulário e das frases sugere que pelo menos quatro pessoas trabalharam na obra, porém, o Novo Testamento foi inteiramente traduzido por ele.

A impressão foi iniciada no dia 28 de Fevereiro de 1589, tendo-se transferido da oficina em Galgóc para a cidade de Vizsoly. Os tipos foram importandos da Holanda e o papel da Polônia. Mantskovits era de origem polonesa, e em nota ele pede ao leitor que relevasse os possíveis erros encontrados nos textos. Quando a impressão foi iniciada, a tradução completa ainda não havia sido terminada, portanto, os manuscritos de Karolyi eram levados, página por página, por estudantes de Gónc, dentre eles Albert Szenczi Molnár (1574-1634)[1] .

No dia 3 de Março de 1589, Ernesto, Arquiduque da Áustria (1553-1595) e o secretário real Faustus Verantius (1550-1617)[2] acusaram Mantskovits de imprimir calendários e outros livros proibidos, e pediram que a oficina tipográfica fosse confiscada. Em 26 de Março, Sigismund Rákóczi (1544-1608)[3] , futuro príncipe da Transilvânia, e portanto, com poderes sobre a localidade de Vizsoly, negou as acusações, solicitando permissão para terminar a impressão da Bíblia. Graças à Rákóczi e a outros nobres poderosos que apoiavam a causa, a obra foi concluída no dia 20 de Julho de 1590, sendo impressas nessa época por volta de 700 a 800 cópias.

Em 1890, o escultor húngaro Lajos György Mátrai (1850-1906)[4] esculpu uma estátua em homenagem a Károlyi.

Links Externos[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. (em esperanto) Albert Szenczi Molnár (1574-1634), foi pastor, reformador, filósofo e tradutor húngaro.
  2. (em inglês) Faustus Verantius (1551-1617), foi polímata e bispo da República de Veneza.
  3. (em alemão) Sigismund Rákóczi (1544-1608)
  4. Lajos György Mátrai (1850-1906), foi um escultor húngaro.