GVFS

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

GVFS1 é um substituto para o GnomeVFS,2 o GNOME Virtual File System. GVFS opcionalmente permite que os sistemas de arquivos virtuais suportados sejam montados através do FUSE.3

GVFS consiste de duas partes: uma biblioteca compartilhada que é carregada pelas aplicações suportando GIO e o próprio GVFS, uma coleção de daemons que se comunicam uns com os outros e o módulo GIO sobre D-Bus. Isto move os sistemas de arquivos virtuais para fora dos processos clientes, diferentemente do GnomeVFS, mas algo semelhante a KIO.

Backends suportados incluem integração HAL, SFTP, FTP,WebDAV, SMB, ObexFTP, e suporte a montagem de arquivos (através de libarchive).4

Desde julho de 2009, 107 dos 113 componentes GNOME registrados tem sido portados para GIO,5 a medida que se faz necessário suportar URIs GFVS. Para componentes que normalmente não suportam URIs GFVS, o módulo GVFS-Fuse é usado, o que dá caminhos absolutos para aplicações, montadas sob uma pasta no diretório home do usuário.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Gio TODO
  2. GnomeVFS shortcomings
  3. gvfs status report, Alexander Larsson, mail.gnome.org, February 15, 2007
  4. GNOME 2.22 Release Notes, 6.1: GVFS and GIO
  5. GIO Port, GIO Port on live.gnome.org