Gabriel Vahanian

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Gabriel Vahanian (1927-2012) é um teólogo naturalizado estado-unidense, mas de origem francesa. Concluiu tanto o seu mestrado quanto o doutorado em Princeton.

Vahanian teve seu nome associado ao de Thomas Altizer, Paul van Buren e William Hamilton no movimento da teologia da morte de Deus ou ateísmo cristão. Entretanto, esta associação - na opinião de estudiosos como Gibellini - teria sido "uma verdadeira desventura historiográfica".1 A confusão se deu em virtude de um livro de Vahanian, publicado em 1961, intitulado "A morte de Deus". Neste livro, Vahanian simplesmente chegava "à conclusão, fenomenológica e cultural, de que Deus está morto na cultura ocidental"1 Analisando a questão da secularização, o teólogo levanta hipóteses semelhantes às de Dietrich Bonhoeffer, propondo um cristianismo não-religioso. Sendo assim, não há relação real entre a teologia de Vahanian e o ateísmo cristão.

Ícone de esboço Este artigo sobre um teólogo cristão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Notas

  1. a b Gibellini, p. 142.

Referências[editar | editar código-fonte]