Gabriel de Bourbon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gabriel de Bourbon, retratado por Anton Raphael Mengs.

Gabriel de Bourbon (Portici, 12 de maio de 1752San Lorenzo de El Escorial, 23 de novembro de 1788) foi um infante da Espanha, filho de Carlos III.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido Gabriel Antônio Francisco Xavier João Nepomuceno José Serafim Pascoal Salvador, era o mais inteligente e trabalhador dos filhos de Carlos III, homem de vastíssima cultura, notório como tradutor de Salústio e verdadeiro mecenas iluminista. Teve como professor de música o padre Antônio Soler, que compôs várias sonatas de cravo para seu avantajado discípulo e realizou concertos a duo com ele na Basílica de El Escorial.

Em 1771, Gabriel encarregou Juan de Villanueva da construção da chamada Casita del Infante, erguida ao sul do Mosteiro e Sítio do Escorial.

Desposou a infanta D. Mariana Vitória Josefa de Bragança, por procuração em Lisboa, no dia 12 de abril de 1785, e pessoalmente em Aranjuez, no dia 23 de maio daquele ano. Eles tiveram três filhos:

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Juan Martínez Cuesta, El Infante Don Gabriel de Borbón y Sajonia, Real Maestranza de Ronda, Madrid, 1998.
  • Antonio Pau, Los retratos del Infante Don Gabriel, Real Academia Matritense de Heráldica y Genealogía, Madrid, 2006.