Gabrielle Réjane

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gabrielle Réjane
Nascimento 6 de junho de 1856
Paris
Nacionalidade  França
Morte 14 de junho de 1920 (64 anos)
Paris
Ocupação atriz
IMDb: (inglês)

Gabrielle Réjane (Paris, 6 de junho de 1856 - Paris, 14 de junho de 1920) foi uma atriz francesa.

Quase tão célebre em seu tempo quanto Sarah Bernhardt ou Eleonora Duse, Gabrielle Réjane fez sua primeira tournée ao Brasil em 1902, apresentando-se entre 1º de julho e 3 de agosto no Teatro Lírico do Rio de Janeiro e no Teatro Santana de São Paulo.         Notável atriz e comediante, Réjane teve sua estréia no Theatre du Vaudeville, em 1875, iniciando uma brilhante carreira, e formando aos poucos um vasto repertório nos mais famosos teatros parisienses. Entre suas mais inspiradas e importantes criações destacaram-se: M Cousine (1890), de Henri Meilhac, Amoureuse (1891), de Porto-Riche, Madame Sans-Gene (1893), de Sardou e Zaza (1898) de Berton e Simon.         Imensamente admirada por artistas como Marcel Proust, Réjane abriu em 1906 seu próprio teatro em Paris, o qual batizou orgulhosamente com seu próprio nome, assim como Sarah Bernhardt. Em 1909, Réjane retornou ao Brasil, apresentando-se em São Paulo e no Theatro Municipal do Rio de Janeiro (entre 15 de julho e 22 de agosto). O teatro, inaugurado na véspera e construído graças ao estímulo do escritor Arthur Azevedo, com sua campanha na imprensa carioca de incentivo as artes nacionais, teve suas instalações ocupadas pela primeira vez pela grande companhia francesa.         Durante a Primeira Grande Guerra, Réjane engajou-se admiravelmente, auxiliando as vítimas de combate com parte de sua fortuna pessoal. A 14 de junho de 1920, faleceu na capital francesa, oito dias após completar 64 anos.

A atriz Réjane e seu cão, Giovanni Boldini. Ca 1885

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.