Galeão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Imagem de um galeão espanhol

Um galeão é um navio que se distingue dos restantes navios do mesmo tipo pelo facto de possuir quatro mastros, de alto bordo, armado em guerra, frequentemente utilizado no transporte de cargas que possuíam alto valor na navegação oceânica entre os séculos XVI e XVIII. Alguns tinham 1200 toneladas e 40 bocas de fogo.O numero de velas era variável e tinham duas ou três cobertas.Uma das suas características é a existência do chamado "castelo", à sua popa, apresentando até à proa uma pequena curva.[1]

Por volta do século XII, o galeão era uma pequena galé com uma só ordem de remos, e de formas finas. Mais tarde aplicou-se o termo a navios de alto bordo e de velas nas carreiras da América, da África e das Índias.

Em 1770, durante a guerra da sucessão da Espanha, vários galeões carregados de ouro afundaram na baía de Vigo.

Em maio de 2007 foi descoberto um carregamento de moedas de prata de um galeão espanhol, com equivalência chegando a 1 bilhão de reais.

O galeão além de servir às diversas Marinhas, também era usado por Piratas. Mas o normal era, ao ser construído pelos mesmos, adquirirem uma Carta de corso, se transformarem em Corsários se incorporando às Marinhas e lutando contra os Piratas, que eram muitos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Caravelas,Naus e Galés de Portugal, Enciclopédia pela Imagem, Lello e Irmãos-Editores, Porto