Ganimedes (Egito)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Ganimedes ( ? - 47 a.C.) era um eunuco a serviço dos últimos faraós Ptolomeus. Guardião da princesa Arsinoe IV, irmã de Cleópatra, foi nomeado comandante do exército egípcio.

Quando a guerra civil eclodiu entre Ptolomeu XIII e Cleópatra, Arsinoe escapou do palácio de Alexandria juntamente com Ganimedes, onde se ​​juntou ao exército comandado pelo general Áquila contra os invasores romanos. Depois de um confronto entre o eunuco e o general, ela mandou executar Áquila junto com Potino e nomeou Ganimedes como chefe do exército. Depois da derrota na Batalha do Nilo, ou fugiu do Egito ou morreu afogado junto com Ptolemeu XIII.