Garðaríki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa mostrando o povoamento varegue ou rus' (em vermelho) e a localização das tribos eslavas (em cinza), com a influência cazar dentro do contorno azul, em meados do século IX.

Garðaríki (também transliterado como Gardarikki, Gardariki ou Gardarike)[1] [2] ou Garðaveldi é um termo do nórdico antigo utilizado durante a Idade Média para se referir aos estados do Rus' de Kiev. A forma abreviada, Garðar, também se refere à mesma região, bem como o termo Austr, que designava o "Oriente" de modo geral, além de seus diversos derivados: Austrvegr ("Caminho do Oriente"), Austrlönd ("Terras do Oriente") e Austrríki ("Reino do Oriente").

O significado da palavra Garðaríki costuma ser interpretado como "o reino das cidades",[1] provavelmente referindo-se a uma série de fortes situados ao longo do rio Volkhov, começando com Lyubsha e Ladoga (ver Evolução da palavra Gord). Estes fortes tiveram que resistir ao Canato Cazar até o fim do século IX, e acabaram por desenvolver o primeiro Estado eslavo, conhecido como Rus' de Kiev.

Gardar tem a mesma raiz que o termo eslavo grad ou gord ("cidade"), e o inglês garden, "jardim". Garðr referia-se a uma muralha ou fortificação, e com o tempo passou a designar aquilo que estava envolto por eles (para a etimologia germânica deste último elemento, veja Reich).

Como os varegues entraram em contato inicialmente apenas com as terras do norte da atual Rússia, suas sagas mencionam apenas a cidade de Holmsgardr (Holmgarðr, Veliky Novgorod) como capital de Garðaríki. Entre outras cidades mencionadas nas sagas estão Aldeigjuborg (Antiga Ladoga), Kœnugarðr (Kiev), Pallteskja (Polotsk), Smaleskja (Smolensk), Súrsdalar (Suzdal), Móramar (Murom) e Ráðstofa (Rostov).

Três das runas varegues, a G 114, a Sö 338 e a U 209, se referem a homens escandinavos que estiveram em Garðar.[3]

Reis lendários de Garðaríki[editar | editar código-fonte]

Na literatura[editar | editar código-fonte]

  • Brandt, Dagmar: Gardariki. Ein Stufenbuch aus dem russischen Raum (romance). 2 volumes, Berlim, 1943. Reedição Faksimile Verlag Bremen, 1981.

Referências

  1. a b Braudel, Fernand (trad. para o inglês por Richard Mayne). A History of Civilizations. [S.l.]: Penguin Books. p. 530. ISBN 0140124896, 9780140124897
  2. Store Norske Leksikon (2005 - 2007)
  3. Pritsak, Omeljan. The Origin of Rus': Old Scandinavian Sources Other than the Sagas. Cambridge, Mass.: Harvard University Press, 1981. p. 346, 396. ISBN 0-674-64465-4
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Garðaríki».
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.