Garinni Motors

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde dezembro de 2009).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.

Garinni Motors, é uma empresa do Grupo Itapemirim.

História[editar | editar código-fonte]

Inicialmente fundada por Alceu Aragão, com o nome comercial de Garini. Ao final de 2005, apresenta ao Brasil, os scooters para compor o seu leque comercial de 50cc a 150cc modelos GR 08TZ, GR 08T4, GR 125T3, GR 150T3, e GR 150P (essa moto de origem CFMoto), todos esses modelos oriundos da parceria para o Brasil com a Keeway, divisão de alta qualidade da QianJiang, um dos maiores fabricantes de motos da China e um dos maiores do mundo.

A Qianjiang é a proprietária da marca de motocicletas de alto custo e alto desempenho Benelli QJ Spa, com sede em Pesaro na Itália, às margens do Adriático.

A fornecedora de tecnologia Keeway tem sede na Hungria e centro de pesquisa e desenvolvimento de tecnologia em Pesaro - Itália.

Como o mercado brasileiro é mais voltado para motos utilitárias que scooters (motos de passeio), a Garini fecha parceria com a Jianshe, empresa Joint-Venture com a Yamaha, para produção de 2 modelos, sendo um CUB(Cheap Urban Bike) GR 125Z e a utilitária GR 150U.

Desde a estreia da marca no Brasil, a montagem e construção das motos ficaram por conta da Bramont S/A Ind e Com de Veículos, empresa que fabricou as motos para a marca Garini até final de 2007.

Expansão[editar | editar código-fonte]

Em 2008, a montadora adota o nome comercial de Garinni Motors Ind e Comércio de Veículos Ltda, e prepara um afunilamento de parceria com a Qianjiang, adotando a série de produtos Keeway como padrão de tecnologia para o mercado brasileiro.

Durante esse período, a Garinni atinge o 6º lugar em vendas no Brasil, mas com o tempo de espera para a construção da fábrica atingindo um período de até 8 meses sem produção de novos modelos, a rede de concessionários foi perdendo força até maio de 2008. Nesta época se inicia a produção dos novos modelos, sendo eles GR 125Z, agora equipada com rodas em alumínio, oriunda da Yamaha Crypton 105, sendo seu motor elevado para 125cc, GR 125 S, cuja mecânica é oriunda da Yamaha modelo YBR 125 e com os modelos da Keeway, a GR 125 ST e GR 150 ST fechando com esses modelos a série de motos utilitárias e a série de Scooters fica com a GR 125T3, a GR 125 Tina (essa moto em parceria com Maurício de Souza, criador das personagens da Turma da Mônica), GR 150 Ti e GR 150Pi.

Apresenta ainda o modelo GR 250T3, cujo similar fora do Brasil é o modelo Vento V-Thunder para o mercado norte americano e da América Central, e o modelo Land Cruiser que é comercializado pela Keeway na Europa, Oriente Médio e África.

A Gr 250T3 é e talvez será o modelo de maior sucesso da marca no Brasil [carece de fontes?].

No final de 2008 apresenta os modelos GR 125 C, um modelo cub com aros 17" em ambas as rodas equipado com baú sob o banco e apresenta os prototipos da nova série de motos Trail e Supermotard com desenvolvimento para o ano de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Página oficial