Gaston Rébuffat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Gaston Rébuffat (Marselha, 7 de maio de 1921  — Paris, 1 de junho de 1985) foi um alpinista francês, membro da expedição francesa ao Annapurna.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Gaston R. descobre escalada nas calanques da sua terra natal e aos 16 anos inscreve-se no Clube alpino francês (CAF) onde descobre a alta montanha e descobre os Alpes e Maciço do Monte Branco.

Durante anos, enquanto habitava Marselha, sonhei com ascensões. Cada inverno, esperava com impaciência o mês de Julho. Enfim, era o momento de partir por Ailefroide, no Maciço dos Écrins, ou Chamonix, na Alta Saboia. Passava uns dias nos cumes, e depois, precisava de esperar mais um ano. Então, um dia, decidindo de viver na montanha, tornei-me guia [nota 1] .
Placa comemorativa nas calaques

Em 1940 consegue entrar na Companhia dos guias de Chamonix (CGC) - pois nessa altura era preciso ter nascido no Vale de Chamonix para ser admitido - e aos 21 anos obtém o diploma - quando a idade exigida "era" de 24 anos - e torna-se instrutor da 'Escola nacional de Alpinismo' assim como da 'Escola militar da alta montanha. Em 1945 integra a CGC e é o terceiro "estrangeiro" da companhia depois dos nomes prestigiosos de Roger Frison-Roche e Édouard Frendo.

Em 1958 toma parte no filme da Walt Disney, Third Man on the Mountain, como realizador da equipa montanha.

Alpinista[editar | editar código-fonte]

Algumas da múltiplas ascensões efectuadas por Gaston Rébuffat

  • Primeira ascensão da aresta Sudoeste integral de l'aiguille des Pélerins (1943)
  • Segunda ascensão do esporão Frendo na l'Aiguille du Midi (1943)
  • Primeira ascensão da aresta Este do pico de Roc (1944)
  • Primeira ascensão da face Nord-Ouest do Grand Pic ode Belledonne (1944)
  • Segunda ascensão do esporão Walker nas Grandes Jorasses (1945)
  • Primeira ascensão da face Nord do Dente do Requin (1945)
  • Quarta ascensão do esporão Croz nas Grandes Jorasses (1947)
  • Primeira ascensão de la face Sud de l'Aiguille du Midi (1956)

Com Lionel Terray, Maurice Herzog, Louis Lachenal, Marcel Ichac (como cineasta), Marcel Schatz, Jacques Oudot e Francis de Noyelle, entre outros, participa na primeira ascensão do Annapurna em 1950, que lhe ficou gravado para a vida por não terem podido atingir o cume, pois com Lionel Terray tiveram de socorrer Lachenal et Herzog. Esta conquista, que não foi uma, foi muito penosa para a equipa pois que mesmo se em conjunto receberam o Prémio Guy Wildenstein, só M. Herzog é que teve autorização de descrever a expedição, e segundo os outros o Annapurna premier 8000 de Maurice Herzog não é fiel à verdade [1] .

Escritor[editar | editar código-fonte]

Não sendo um bom esquiador, preferia escrever quando não estava na montanha como o demonstra as obras que publicou [2]

  • La piste des cimes, Éditions Spes, 1961.
  • Calanques, avec Gabriel-M. Ollive, Arthaud, Collection Belles Pages. [3]
  • L'apprenti montagnard, Éditions Vasco, Collection Grands Vents
  • Étoiles et tempêtes, Éditions Arthaud, 1954.
  • Un guide raconte..., Éditions Hachette, 1964
  • Du Mont-Blanc à l'Himalaya, Éditions Arthaud, Collection Belles Pages.
  • Glace, Neige et Roc, Éditions Hachette
  • Mont-Blanc, jardin féerique, Éditions Guérin, onde descreve e transmite a sua paixão pela Montanha e pelo maciço do Monte Blanc em particular
  • Cervin, cime exemplaire
  • Cervin, Belle époque, Édition Grand Vents, 1983
  • La Montagne est mon domaine, Éditions Hoëbeke, collection Retour à la montagne 1994
  • Le massif du Mont-Blanc - Les 100 plus belles courses, Éditions Denoël, 1973 [3]
  • Le Massif des Écrins - Les 100 plus belles courses, Denoël
  • Calanques, Saint-Baume, Sainte-Victoire - Les 400 plus belles escalades et randonnées, Denoël [3] .

Foi ele o iniciador, com dois números, da colecção 100 mais belas corridas de montanha, conjunto de guias de montanha actualmente com 100 números.

Distinções[editar | editar código-fonte]

Toda a expedição francesa ao Annapurna recebe em conjunto o Prix Guy Wildenstein [4]

Video[editar | editar código-fonte]

Procurar em Youtube Les Horizons Gagnés - Gaston Rébuffat em: watch?v=zlNQ1Tv8JI0

Notas

  1. Tirado de "Etoiles et tempêtes, Editions Arthaud, 1954"

Referências

  1. Yves Ballu, Maurice Herzog en question ?, revue "La Montagne et Alpinisme", N° 126, juillet 1981
  2. Bivouk: Gaston Rebuffat (em francês)
  3. a b c Uma das obras da colecção de guias de montanhas conhecida como as 100 mais belas corridas de montanha
  4. PRIX MARIE-CHRISTINE UBALD-BOCQUET (em francês). Página visitada em Jan. 2013.