Gastronomia típica de Mato Grosso do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Caipirinha.jpg
Este artigo é parte da
temática culinária do Brasil

A gastronomia de Mato Grosso do Sul é o conjunto de manifestações gastronômicas desenvolvidas pela população sul-mato-grossense. A gastronomia tradicional estadual é uma mistura de várias contribuições das muitas migrações ocorridas em seu território.

Salgados[editar | editar código-fonte]

  • Arroz Carreteiro: carne picada, salgada,cozida com arroz. Antigamente a carne era levada pelos peões entre a sela e o lombo do cavalo e salgada pelo suor do mesmo. [1]
  • Arroz boliviano: arroz feito com banana, cebola e queijo ralado.[2]
  • Bolo de arroz: como o nome diz, é um bolo feito de arroz.[1]
  • Carne de capivara: carne geralmente feita em modo assado.[3]
  • Carne de jacaré: carne cozida de jacaré e recheada com carne e legumes.[4]
  • Carpaccio de dourado: prato feito a partir da carne de dourado cru, cortado em fatias finas, e é comumente servido como um aperitivo ou antepasto. De acordo com Arrigo Cipriani, atual dono do Harry's Bar, em Veneza, o Carpaccio foi inventado no Harry's Bar, onde foi servido primeiramente à condessa Amalia Nani Mocenigo, em 1950, quando ela informou ao dono do bar que seu médico havia recomendado o consumo exclusivo de carne crua. O Carpaccio consistia em finas fatias de carne crua, temperadas com molho de mostarda. O prato foi nomeado Carpaccio por Giuseppe Cipriani, o fundador e dono do bar, em referência ao pintor italiano Vittore Carpaccio, pois as cores do prato o recordavam das pinturas de Carpaccio.
  • Caribeu: constitui-se de um guisado de carne com mandioca.[5]
  • Chipa: semelhante ao pão de queijo mineiro, porém com consistência e sabor próprio. Em geral, o preparo de sua massa requer polvilho, óleo vegetal ou azeite de oliva, queijo ralado, ovos e sal. Após pronta a massa, os chipas são confeccionados sempre em forma de "ferradura" (o pão de queijo mineiro é em formato de bolinhas) e levados ao forno para assar.Pode-se acrescentar margarina no lugar do óleo vegetal.[1]
  • Chipá guassú: torta de milho verde e queijo proveniente do Paraguai.[1]
  • Churrasco com mandioca: prato feito a base de carne in natura ou processada, assada sobre fogo ou brasas, com a utilização de estacas de madeira ou metal, geralmente espetos ou grelhas. É acompanhada de mandioca frita e/ou cozida.[6]
  • Cumandá quesú: de origem paraguaia é uma sopa de feijão verde e queijo.[1]
  • Farofa de banana da terra: é um prato culinário salgado de acompanhamento da cozinha local cujo ingrediente principal é a banana-da-terra. É um prato bastante popular em Corumbá.[2]
  • Farofa de carne: farofa feita a base de carne seca.[7]
  • Filé de pintado a urucum: peixe pintado feito em forma de filé mignon, sem partes espinhosas.[8]
  • Locro: ensopado a base de abóbora, feijão e milho.[1]
  • Mandioca frita: mandioca preparado na fritura e servido seco com um condimento, geralmente sal ou queijo ralado.[9]
  • Maria Izabel: cozido de carne seca com arroz.[1]
  • Mojica de pintado: prato ensopado feito com file de pintado, mandioca, cebola e tomate.[10]
  • Paçoca de carne seca: paçoca de carne seca socada no pilão.[1]
  • Pacuassado e recheado: pacu que é preparado inteiro e recheado com farofa.[1]
  • Pamonha de milho verde cozida: pamonha recheada com milho verde cozido.[11]
  • Peixe ensopado: geralmente [[pacu]] ou [[pintado]], consumido com caldo.[2]
  • Pintadofrito: peixe pintado consumido frito.[12]
  • Puchero/Pucherada: prato de origem espanhol. A olla podrida compõe-se sempre de carnes e legumes variados (pode levar presunto, carneiro, cerefólio, cominhos, couve branca aipo (cabeça), cenoura, feijão verde alface). A autêntica olla faz-se com chouriço e grão de bico. Há uma variação chamada Olla Poderosa, feita com feijão da zona de burgos.[1]
  • Pintado a urucum: prato feito com filé de pintado, muzzarella e sementes de urucum.[13]
  • Quebra torto: café da manhã tipicamente pantaneiro. Nele inclui-se o mate queimado (mate chimarrão queimado na brasa e depois se coloca água, sendo daí coado e servido), "engasga gato" ou "sujinho" (carne picadinha geralmente de sobras de churrasco com todos os temperos, refogada e misturada com farinha – comida molhada), a farofa de carne seca e o bolo de queijo frito (polvilho, ovo e queijo). Para a lida do gado, o pantaneiro leva a sua matula (comida que o pantaneiro carrega para o campo, como a farofa, rapadura e a bolacha pantaneira). Nas comitivas usa-se muito o macarrão boiadeiro (macarrão e carne seca com caldo) e o arroz carreteiro (carne seca com arroz).[1]
  • Saltenha: pastel empanado recheado com frango, azeitonas, uva passa e gelatina, que, apesar de muito consumida e caracterizada da Bolívia tem sua origem em Salta, região argentina.[1]
  • Sarravulho: chamado de sarrabulho em outras paragens, é um dos pratos mais tradicionais originários de Portugal, mais precisamente da região do Douro, onde os pratos são feitos a base de carne de porco com os nomes arroz de sarrabulho e papas de sarrabulho. Em Corumbá é preparada a base de miúdos de boi. Trata-se de um caldo grosso feito com os miúdos de boi com vinho, carne, lingüiça calabresa, paio, azeitonas, batata em cubinhos e ervilha.[1]
  • Sôo josu py: caldo de carne moída originário do Paraguai.[1]
  • Sopa paraguaia: bolo salgado feito com cebola, milho e queijo.[1]
  • Sobá/Yaquissoba: comida japonesa feita com um tipo de macarrão mais fino. [11]
  • Torta de cordeiro pantaneira: torta a base de carne de cordeiro e acrescida de [[fubá]], queijo, cebola picada.[1]
  • Ventrecha de pacu frito: espécie de bife de pacu empanado acompanhado com queijo.[1]

Doces[editar | editar código-fonte]

  • Bolo de mandioca: bolo doce feito com mandioca.[14]
  • Francisquito: doce geralmente amanteigado.[15]
  • Furrundu: feito com canela, rapadura e mamão verde ou pau do mamoeiro.[1]
  • Quibebe: doce muito comum na região, feito principalmente de mamão.[16]

Bebidas[editar | editar código-fonte]

Recipiente típico de tereré.

Principais bebidas típicas do estado:

  • Caldo de peixe Piranha: feito um pirão de piranha e coado, tomando-se o líquido. Costuma-se tomar o caldo de piranha em cumbucas bem apimentados. O caldo pode ser engrossado com farinha de mandioca. É um prato bastante afrodisiaco se consumido junto com amendoim cru.[17]
  • Chicha: espécie de suco de milho.[1]
  • Chimarrão: infusão de água quente e erva-mate servido numa cuia.[18]
  • Licor de pequi: bebida doce á base de álcool e pequi.[1]
  • Mate chimarrão: bebida a base de erva mate, mais consumido do que Coca-Cola.[19]
  • Sorvete de bocaiúva: sorvete feito da farinha de Bocaiúva.[20]
  • Suco de guaraná: suco feito á base de guaraná ralado, que foi importado dos índios maués da Amazônia. [1]
  • Tereré: feito com infusão de erva-mate e água gelada, servido numa guampa geralmente de chifre de boi e com uma bomba, que é facilmente preparado e consumido nos encontros entre amigos e familiares. Existem regras bem definidas numa roda de tereré e que devem ser respeitadas. A bebida é consumida especialmente fim-de-semana acompanhada de música regional.[1]
  • Xibé: bebida de origem indígena que é mistura de farinha de mandioca, água e mel.[1]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w Gastronomia corumbaense, caracteristicas e aspectos históricos Embrapa Pantanal (26 de novembro de 2004). Visitado em 19 de fevereiro de 2013.
  2. a b c Culinária corumbaense - Portal Corumbá
  3. Como preparar uma capivara - Kitewind
  4. Como fazer carne de jacaré - Tudo gostoso
  5. Culinária:Caribeu pantaneiro - EstadoMS
  6. Mandioca cozida e churrasco - Fazerchurrasco
  7. Farofa de carne seca - Paineira
  8. Filé de pintado a urucum - Pousada Pedra Branca
  9. Receitas Panelinha - Portal IG
  10. Mojica de pintado - Arara Tur
  11. a b Cultura de Mato Grosso do sul - Portal Arquivo Escola.com.br
  12. Pintado frito - Foodspotting
  13. Tradição pantaneira - Revista Poranduba
  14. Receitas de bolo de mandioca - Globo.com
  15. Receita de francisquito - Click grátis
  16. Receita de quibebe - Tudo Gostoso]
  17. Receita de caldo de piranha - Receitas típicas
  18. Como fazer um chimarrão - UFSC
  19. Nova fábrica de cerveja começa a produção no mes de setembro - Prefeitura de Corumbá
  20. Pintado e sorvete de bocaiúva são so sabores pantaneiros - Diarionline


Bandeira do Estado de Mato Grosso do Sul
Mato Grosso do Sul
História • Política • Geografia • Demografia • Economia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens