GeForce 256

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
NVIDIA GeForce 256
KL NVIDIA Geforce 256.jpg

GPU NV10 (Geforce 256)
Codinome NV10
Lançado em 31 de agosto de 1999
GPU Intermediária GeForce 256 SDR
GPU Topo-de-linha GeForce 256 DDR
Versão DirectX Direct3D 7.0
Concorrência Radeon R100

GeForce 256 foi o primeiro produto da família GeForce da nVidia. Lançado em 31 de agosto de 1999, a GeForce 256 ia além de sua antecessora RIVA TNT2 pelo aumento do número de pipelines, realização de cálculos de iluminação e geometria (T&L) e adição de recursos para compensação de movimento em vídeo MPEG-2. Possibilitou um salto considerável em desempenho em jogos poligonais e foi o primeiro acelerador gráfico compatível com o padrão Direct3D 7. A GeForce 256 estabeleceu definitivamente a nVidia como líder de mercado e foi um dos motivos da queda de diversos concorrentes no mercado, especialmente a 3dfx. Um ano após seu lançamento, apenas a ATI com sua família Radeon continuaria a oferecer concorrência à nVidia.

O nome GeForce 256 surgiu de um concurso organizado pela nVidia no começo de 1999. Conhecido como "Name That Chip" (algo como "nomeie aquele processador" em português), o concurso convidava o público a batizar o sucessor da linha RIVA TNT2 de processadores gráficos. Cerca de 12.000 sugestões foram recebidas e, como prêmio, sete pessoas receberam placas RIVA TNT2 Ultra.[1] [2]

Concorrentes[editar | editar código-fonte]

O sucesso da nVidia resultou na queda dos concorrentes 3dfx, Matrox e S3 Graphics cujos produtos não eram competitivos com o novo processador. Os produtos destas empresas, que incluiam processadores como o Voodoo3 da 3dfx, Matrox G400 e S3 Savage4 eram compatíveis apenas com a API Direct3D 6.

Canopus GeForce 256 DDR.

No final de 1999 a S3 Graphics lançou o processador Savage 2000, logo após a GeForce 256. Supostamente equivalente à GeForce 256, possuía metade dos transístores (12 milhões frente aos 23 da GeForce 256), o que o tornava mais barato de fabricas. Possuia capacidades de T&L (transform and lighting) também, mas não estava ativado devido a existência de drivers Direct3D 6 apenas - sua ativação forçada resultava em instabilidades e erros de renderização. Conseqüentemente, o desempenho da Savage 2000 nunca foi páreo à GeForce 256 e a S3 Graphics acabou não disponibilizando drivers Direct3D 7.[3]

A reação inicial da ATI à GeForce 256 foi a placa Rage Fury MAXX, que utilizava dois processadores Rage 128, cada um desenhando um quadro, a placa chegava a se equiparar ao desempenho do modelo SDR, mas ainda ficava abaixo da GeForce 256 DDR.[4] O modelo com os mesmos recursos da GeForce 256 só viria meses depois na forma da Radeon. Entretanto, ao ser lançada, a Radeon tinha como concorrente a sucessora da GeForce 256, a GeForce 2 GTS, que possuía um desempenho geral superior.[5]

Comparação entre as GPU's da série[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. NVIDIA "Name That Chip" contest results, "nvidia.com" pelo Wayback Machine.
  2. Taken, Femme. (17 de abril de 1999) nVidia "Name that chip" contest, "tweakers.net" (em neerlandês) - acessado em 2007-12-24.
  3. Yu, James. (15 de novembro de 1999) Diamond Viper II Z200 Savage2000 Review, "Firing Squad" - acessado em 2007-12-24.
  4. Fastsite. (4 de fevereiro de 2000) ATI RAGE FURY MAXX Review, "X-bit Labs" - acessado em 2007-12-24.
  5. Witheiler, Matthew. (17 de julho de 2000) ATI Radeon 64MB DDR, "AnandTech" - acessado em 2007-12-24.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Concorrentes[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre hardware é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.