Genciana-amarela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaGenciana-amarela
Gentiana lutea 230705.jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Gentianales
Família: Gentianaceae
Género: Gentiana
Espécie: G. lutea
Nome binomial
Gentiana lutea
L., 1753

Genciana-amarela (nome científico Gentiana lutea) é uma planta medicinal de crescimento lento.

Planta vivaz da família das Gencianáceas, que atinge de 60 a 100 cm de altura. Seu caule é liso e ereto. Suas folhas são ovaladas e opostas uma em frente à outra. Após dez anos em crescimento, suas flores nascem, em cachos entre as folhas e são de um tom amarelo vivo.

O principal habitát delas são prados e encostas da Europa central e Meridional. Prefere os solos calcários. Em Portugal, assim como no Brasil, é raro encontrar esta planta em estado silvestre.

Propriedades e indicações[editar | editar código-fonte]

A raiz da genciana possui vários princípios amargos. A genciopicrina e a amarogencina são algumas delas. Contém também diversos açúcares, tanino e pectina. É indicada como tônico estomacal, estimulante da secreção da bílis, febrífuga e imunoestimulante.

Há também algumas precauções que devem ser tomadas: a genciana tem semelhanças com uma planta tóxica, o hébolo-branco(Veratrum album),que cresce em mesmo tipo de solo e que se distingue da genciana por ter folhas pilosas, flores brancas e cheiro desagradável. Evita-se o uso da genciana durante a lactação.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Planta Mágicas Enciclopédia das Plantas Medicinais. Ed.Planeta, vol.II, 1998.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Genciana-amarela