Generalização

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Generalização é um elemento fundamental da lógica e raciocínio humano.

A generalização é uma dedução baseada na reunião de propriedades particulares que seu autor entende serem correlatas, que por inferência dá como resultado a atribuição dessas mesmas propriedades a Objetos que esse mesmo autor entende serem similares. É uma estratégia de raciocínio, e não uma realidade comprovada. Ainda pode ser definida como operação do espírito que consiste em comparar as qualidades comuns a uma classe de indivíduos, desprezando as suas diferenças e reunindo essas qualidades comuns numa só idéia, que as fixa e define. Generalização e herança são transitivas, isto é, podem ser recursivamente aplicadas a um número arbitrário de níveis. Cada classe derivada não apenas herda todas as características de todos seus ancestrais como também pode acrescentar seus atributos e operações específicos.


Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.