Genevois

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa

A Província do Genevois ou simplesmente "o" Genevois [1] é uma província histórica do antigo ducado de Saboia que correspondia na altura ao Condado de Genebra. Tinha como capital histórica e económica Genebra, mas que devido a demonstração de poderio e sinal de ocupação passou para Annecy. A província estava rodeada pela província de Carouge ao N-O, pela província de Faucigny.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Genevois é em francês o gentílico do português genebrino, e logicamente o termo deve-se ter estendido aos terrenos de uma região que ocupava. Ainda hoje em meteorologia se fala "do genevois" para designar toda a zona franco-suíça que incluí o cantão de Genebra, o País de Gex e Annemasse, ou seja s região do "fim do lago", Lago Lemano, entre o Jura e o Salève.

O termo não só é empregue pela administração francesa («Genevois français») para designar a região urbana francesa em volta de Genebra [2] , como foi dado a uma localidade, Saint-Julien-en-Genevois .

Geografia[editar | editar código-fonte]

No século XI, a Província do Genevois era constituída por diferentes territórios que iam , em França, do Lago do Bourget, a Faverges, aos vales do Maciço dos Aravis, e na Suíça, país de Vaud até ao Aar. A família contal possuía assim senhorias no Grésivaudan e terras no país de Vaud.

História[editar | editar código-fonte]

A Província do Genevois sucede ao pagus Genevensis do Condado_de_Genebra, durante o reinado de Amadeu III de Genebra, da qual Genebra era a capital, o qual recebeu homenagem feudal de 70 famílias senhorias da região.

Uma grande rivalidade se instaura entre o poder temporal do Conde de Bourg-de-Four e poder espiritual do Bispo, relativa aos direitos feudais, No século XII o conde deixa Genebra para se instalar em La Roche-sur-Foron antes de estabelece a capital política em Annecy-a-Nova junto Lago de Annecy, onde se instala definitivamente em 1219 [3] . O condado passa de família em família e em 1400 é vendido 45 000 francos em ouro ao conde Amadeu VIII de Saboia [4] .

O condado é dado como apanágio ao ramo cadete da Casa de Saboia, os Saboia-Nemours

Possessões[editar | editar código-fonte]

Faziam parte desse condado as seguintes localidades/cidades :

Referências

  1. Genevois - Maio 2012
  2. Le Grand Genève (em francês) - Maio 2012
  3. Christian Regat, François Aubert, Châteaux de Haute-Savoie - Chablais, Faucigny, Genevois, Editions Cabédita, 1999 (ISBN 2882951175, 9782882951175), p. 20
  4. Bernard Demotz, Le comté de Savoie du XIe au XVe siècle : pouvoir, château et État au Moyen Âge, Slatkine, 2000 (ISBN 2-05101-676-3, 9782051016766), p. 58

Ver também[editar | editar código-fonte]