Geografia da Turquia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa topográfico da Turquia
Geografia da Turquia (Turquia)
Red pog.svg
Mapa político da Turquia

A Turquia é um país transcontinental situado na Eurásia cujo território é aproximadamente um retângulo, localizado entre as coordenadas 36° a 42° norte e 26° a 45° leste, com cerca de 1 500 km na direção leste-oeste, 1 650 km na direção sudeste-noroeste e entre 450 e 650 km na direção norte-sul. A oeste do Mar de Mármara e dos Estreitos Turcos situa-se a parte europeia, a Trácia Oriental, que constitui 3% (23 764 km²) da área do país. A leste situa-se a parte asiática, a península da Anatólia, a qual constitui 97% (755 688 km²) da Turquia. A área total, incluindo lagos, é de 779 452 km², o que faz do país o 36º do mundo em superfície.[1]

As variadas paisagens da Turquia são o produto de complexos movimentos telúricos que deram forma à região ao longo de milhões de anos e ainda se manifestam em terramotos relativamente frequentes. As últimas erupções vulcânicas ocorreram em tempos históricos, nomeadamente no Monte Argeu, próximo da atual Kayseri.[2] [3] O Bósforo, os Dardanelos e o Mar Negro devem a sua existência às falhas geológicas que atravessam o território turco. Os terramotos na Turquia são provocados principalmente pela Falha Setentrional da Anatólia (Kuzey Anadolu Fay Hattı), que percorre todo o norte, paralelamente à costa do Mar Negro, e à Falha Oriental da Anatólia (Doğu Anadolu Fay Hattı), que corre paralelamente à costa mediterrânica desde o Mar Morto, encontrando-se com a Falha Setentrional no nordeste da Anatólia.[4]

A maior cidade do país e da Europa, Istambul (anteriormente chamada Bizâncio, depois Constantinopla), encontra-se entre a Trácia e a Anatólia, dividida ao meio pelo Estreito do Bósforo. Trata-se da única cidade do mundo situada em dois continentes.[5]

Regiões[editar | editar código-fonte]

A Anatólia (também conhecida como Ásia Menor) está rodeada por mar em três dos seus lados — a sul pelo Mar Mediterrâneo, a oeste pelo Mar Egeu, a noroeste pelo Mar de Mármara e pelos Estreitos Turcos, e a norte pelo Mar Negro. Este está ligado ao Mar de Mármara pelo Estreito do Bósforo, que divide a antiga capital Istambul em duas. Por sua vez, o Mar de Mármara está ligado ao Mar Egeu pelo Estreito de Dardanelos.[6]

Vista de Vize, uma cidade da Trácia Oriental

A Trácia Oriental (também conhecida como Rumélia), a noroeste, faz fronteira com a Grécia (206 km) e a Bulgária (240 km). A Anatólia faz fronteira a nordeste com a Geórgia (252 km), a Arménia (268 km) e o enclave de Nakichevan do Azerbaijão (9 km), a leste com o Irão (499 km), a sudeste com o Iraque (331 km) e a sul com a Síria (822 km).[7]

A Trácia Oriental é constituída por colinas de pouca altitude e declive suave na sua maior parte, acentuando-se ligeiramente o relevo junto às costas do Mar de Mármara e do Bósforo. A Anatólia é formada por um planalto central, rodeado na sua maior parte de montanhas que o isolam do Mar Negro, do Mediterrâneo e do resto da Ásia, existindo também zonas montanhosas no interior. Entre as montanhas e as costas, existem geralmente planícies costeiras, geralmente estreitas, e vales, por vezes bastante largos, embora em muitos lugares as montanhas cheguem ao mar.[8] [9]

Para efeitos estatísticos, a Turquia está dividida em sete regiões (bölge), as quais têm uma correspondência grosseira com as principais regiões geográficas.[10]

As regiões ocidentais de Mármara (Marmara Bölgesi) e do Egeu (Ege Bölgesi) partilham muitas características comuns, apresentando muitas zonas planas e de colinas suaves, geralmente rodeadas de montanhas de pouca altitude. A Região de Mármara é a mais densamente povoada e mais desenvolvida economicamente de todo o país, tanto pelas indústrias aí instaladas, como pela agricultura e pesca. Há muitas florestas e planícies e vales amplos muito férteis, dentre os quais se destacam o Vale de İzmit e as planícies de Bursa e de Troia, esta última no extremo sul dos Dardanelos.[5] [11]

A paisagem peculiar da Capadócia, na Região da Anatólia Central

A Região do Mediterrâneo (Akdeniz Bölgesi) ocupa o sul; está separada do interior pelos Montes Tauro, que correm paralelos ao Mediterrâneo, por vezes chegando à costa, mas na maior parte dos lugares estão dela separados por planícies costeiras férteis, onde se concentra a maior parte da população e onde a agricultura está mais desenvolvida. As zonas montanhosas são densamente florestadas. A região do Mar Negro (Karadeniz Bölgesi), a norte, tem uma orografia com muitas semelhanças com a do Mediterrâneo, embora o clima seja bastante diferente. Entre essas duas regiões situa-se a Região da Anatólia Central (İç Anadolu Bölgesi), que corresponde ao planalto da Anatólia; é uma região de planícies, colinas, pradarias e estepes, frequentemente áridas e com baixa densidade populacional, com diversos lagos, alguns deles salgados, e algumas zonas montanhosas. A Anatólia Central está rodeada de montanhas; as duas principais cadeias montanhosas da Turquia, os Montes Tauro e os Montes Pônticos, convergem a leste desta região.[5] [11]

Na Região da Anatólia Oriental (Doğu Anadolu Bölgesi) o planalto da Anatólia dá lugar ao Planalto Arménio e aí se encontra grande parte das montanhas mais altas e o maior lago do país, o Lago Van. Historicamente, as zonas mais orientais foram parte da Arménia, a norte, e do Curdistão, a sul. A Região do Sudeste da Anatólia (Güneydoğu Anadolu Bölgesi) é limitada a norte pela extremidade sudeste dos Montes Tauro, usualmente designada por Antitauro ou Güney Dağları, que a separam da Anatólia Oriental, e pela "Plataforma Arábica", um planalto com zonas de colinas que se prolonga até ao interior da Síria e Iraque, que no lado turco assume os nomes (de oeste para leste) de Planalto de Gaziantep, Planalto de Urfa e Planalto de Mardin. Historicamente as zonas mais orientais fazem parte do Curdistão e são a a zona de transição entre a Anatólia e a Mesopotâmia, sendo atravessadas pelo Rio Eufrates a oeste e pelo Rio Tigre a leste.[5] [11]

O Monte Argeu (Erciyes Dağı) um dos vulcões que deu origem à paisagem da Capadócia, a 7ª montanha mais alta da Turquia (3 917 m)
O Demirkazık Dağı, no maciço de Aladağlar, sudeste de Niğde (3 752 m)

Montanhas[editar | editar código-fonte]

As montanhas tendem a ser mais altas a leste — tipicamente, os cumes mais altos a oeste não ultrapassam os 1 500 m, embora haja picos acima dos 2 000 m, como por exemplo o Uludağ, perto de Bursa e do Mar de Mármara, cujo ponto mais alto se situa a 2 543 m.[8] Nas montanhas que rodeiam a Anatólia Central são comuns os cumes com mais de 2 000 m e existem diversos bastante mais altos. De forma semelhante, o terreno do chamado planalto da Anatólia, um termo que alguns aplicam a uma faixa a oeste do Lago Tuz e outros a praticamente toda a Antólia Central, é progressivamente mais acidentado, variando a altitude média entre os 600 e os 1 200 m. Nas regiões mais a leste, onde o planalto é substituído por terrenos mais montanhosos, as altitudes médias mais comuns situam-se entre os 1 500 e os 2 000 m.[9] [12]

As cordilheiras mais extensas e mais altas são os Montes Tauro (Toros Dağları), a sul e leste, e os Montes Pônticos (Kuzey Anadolu Dağları), a nordeste. Entre as costas norte e noroeste da Anatólia e o interior erguem-se os Montes Köroğlu (Köroğlu Dağları).[9]

Os Montes Tauro estendem-se desde as proximidades do mar de Mármara até às fronteiras orientais. Entre a região de Bursa e de Antália, correm na direção de sudeste, paralelos à costa do Egeu, a cerca de 250 km desta. A partir de Antália e até Mersin correm junto à costa mediterrânica. A partir daí, a cadeia penetra para o interior, em direção a nordeste.[9] Este troço é também chamado de Antitauro, que alguns distinguem dos Montes Tauro. Por vezes o termo Antitauro é aplicado apenas à cadeia de Aladağlar, situada a sudeste de Niğde, onde se situa o cume mais alto do Tauro, o Demirkazık Dağı, com 3 756 m. O termo Antitauro também é frequentemente usado para designar o conjunto das cordilheiras que se prolongam para leste e para nordeste. Segundo algumas classificações mais simplistas, os Montes Tauro prolongam-se até às fronteiras orientais com o Iraque e Irão, enquanto que outros autores usam outros nomes para designar as cadeias montanhosas mais a leste e reservam o nome de Tauro para as montanhas entre Antália e Mersin.[13] [14] [15]

O Monte Ararate (5 165 m), o ponto mais alto da Turquia, visto da Arménia, com o mosteiro de Khor Virap em primeiro plano

A montanha mais alta da Turquia é o Monte Ararate (Ağrı Dağı), um vulcão extinto com 5 165 m, onde, segundo a tradição judaico-cristã, atracou a Arca de Noé, a qual, segundo a lenda, está enterrada no cume. O Monte Ararate e o seu vizinho "Pequeno Ararate" (também chamado Monte Sis ou Küçük Ağrı em turco) situam-se no Planalto Arménio, junto ao local onde se encontram as fronteiras da Turquia, Arménia e Irão. São geralmente classificados como montanhas isoladas, mas também se usa o termo "maciço de Ağrı" para designar a formação montanhosa onde se inserem. Outros autores consideram o maciço como parte do Cáucaso e outros como fazendo parte do Tauro Oriental.[16] [17] [18]

A região montanhosa onde há maior concentração de picos de grande altitude situa-se em volta do Lago Van e é usualmente designada como Tauro Oriental. Os cumes mais altos concentram-se principalmente nas margens norte e oriental, nomeadamente na província de Hakkâri, que faz fronteira com o Irão e com o Iraque.[9] [15] Outras regiões onde se encontram algumas das montanhas mais altas da Turquia são a província de Niğde, na cordilheira de Aladağlar e a província de Rize, a norte-nordeste, na Montes Kaçkar (Kaçkar Dağları), onde se concentram os cumes mais altos dos Montes Pônticos.[19]

Clima[editar | editar código-fonte]

Diagrama de temperaturas e precitação médias em Istambul (noroeste).
Diagrama de temperaturas e precitação médias em Ancara (planalto central).

Embora a maior parte do território da Turquia se possa considerar mediterrânico, a variedade da topografia e, principalmente, a existência de cadeias de montanhas que correm paralelamente a quase todas as regiões costeiras e que impedem que a influência marítima avance para o interior, criam grandes variações climáticas regionais.[20] [21] [22]

O clima das áreas litorais do Egeu e do Mediterrâneo é do tipo mediterrânico, com invernos chuvosos e verões quentes e relativamente secos, embora com elevada humidade relativa. As temperaturas no inverno podem ser bastante baixas, principalmente a ocidente, mas geralmente são relativamente amenas, sobretudo a leste de Antália. A precipitação varia entre 580 e 1 300 mm anuais. As temperaturas médias rondam os 9°C no inverno e 29°C no verão, sendo frequentes máximas próximas dos 40°C.[9] [20] [21] [22]

Na região de Mármara e do Bósforo, uma zona de transição entre o clima mediterrânico, a sul, e o clima oceânico do Mar Negro, a norte, as condições climatéricas têm muitas semelhanças com as do sul e norte. No entanto, os invernos tendem a ser mais frios, sendo frequentes temperaturas negativas e neve no inverno, alguns dias frios na primavera, verão e outono, e chuvas estivais. À semelhança do que se passa na generalidade da Anatólia ocidental, as temperaturas médias rondam os 5°C no inverno, com mínimas muito próximas de 0°C, e 23°C no verão, sendo frequentes máximas próximas dos 35°C.[20] [21] [22] [23]

Diagrama de temperaturas e precitação médias em Antália (sul, costa mediterrânica).
Diagrama de temperaturas e precitação médias em Van (leste).

As regiões costeiras do Mar Negro, que têm um clima oceânico, são húmidas e apresentam verões menos quentes e mais chuvosos que as restantes áreas costeiras. São as únicas zonas em que chove todo o ano, principalmente nas áreas mais orientais, onde se registam médias de precipitação anual de 2 240 mm.[20] [21] [22] [24] As temperaturas médias são de 23°C no verão e de 7°C no inverno. No entanto, em regra a precipitação no resto do território turco é menor a leste do que a oeste.[20] [21] [22]

O interior da Anatólia, com um clima continental semi-árido, apresenta grandes amplitudes térmicas, tanto diárias como anuais, com verões muito quentes e invernos muito rigorosos. As temperaturas médias no planalto central são de 23°C no verão e de -2°C no inverno, descendo para 17°C e -13°C a leste e a sudeste. A precipitação é escassa na maior parte destas regiões e grande parte dela é na forma de neve que chega a permanecer durante 120 dias anualmente no planalto central. As temperaturas mínimas chegam aos -30°C e -40°C. Nas regiões de leste e sudeste os invernos são longos e mais frios do que no resto do território — algumas zonas ficam cobertas de neve entre novembro e abril. As áreas mais secas situam-se na Região do Sudeste da Anatólia e na província de Konya, onde a precipitação média anual não ultrapassa os 300 mm.[9] [20] [21] [22]

Clima da Turquia por região [25]
Região Temperatura média (°C) Temperatura máxima registada (°C) Temperatura mínima registada (°C) Humidade relativa média (%) Precipitação média (mm)
Região de Mármara 13,5 44,6 -27,8 71,2 564,3
Região do Egeu 15,4 48,5 -45,6 60,9 706,0
Região do Mediterrâneo 16,4 45,6 -33,5 63,9 706,0
Região do Mar Negro 12,3 44,2 -32,8 70,9 828,5
Região da Anatólia Central 10,6 41,8 -36,2 62,6 392,0
Região da Anatólia Oriental 9,7 44,4 -45,6 60,9 569,0
Região do Sudeste da Anatólia 16,5 48,4 -24,3 53,4 584,5

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Turkey - Geography (em inglês). Country Studies (countrystudies.us). Biblioteca do Congresso. Arquivado do original em 27 de setembro de 2006. Página visitada em 27 de novembro de 2010.
  2. Estrabão, Geographica, 12.2.7.
  3. Wolf-Dieter Hütteroth/Volker Höhfeld: Türkei. Wissenschaftliche Buchgesellschaft Darmstadt 2002, S. 43 ISBN 3-534-13712-4
  4. Seismicity of Turkey (em inglês). www.usc.edu/dept/civil_eng. Universidade do Sul da Califórnia, Departamento de Engenharia Civil. Página visitada em 1 de dezembro de 2010.
  5. a b c d Turkey - Landform Regions (em inglês). Country Studies (countrystudies.us). Biblioteca do Congresso. Arquivado do original em 27 de setembro de 2006. Página visitada em 1 de dezembro de 2010.
  6. Turkey (em inglês). myweb.sabanciuniv.edu. Universidade Sabancı. Arquivado do original em 24 de novembro de 2010. Página visitada em 24 de novembro de 2010.
  7. Turkey - External Boundaries (em inglês). Country Studies (countrystudies.us). Biblioteca do Congresso. Arquivado do original em 27 de setembro de 2006. Página visitada em 27 de novembro de 2010.
  8. a b Sansal, Burak. Bursa (em inglês). www.allaboutturkey.com. All About Turkey. Arquivado do original em 27 de novembro de 2007. Página visitada em 27 de novembro de 2010.
  9. a b c d e f g Turkey map and map of turkey information page (em inglês). World Atlas (www.worldatlas.com). Graphic Maps, Woolwine-Moen Group. Arquivado do original em 19 de outubro de 2007. Página visitada em 27 de novembro de 2010.
  10. Doğan, Kutlay; Akincilar, Çiğdem; Yilmaz, Damla; Çakar, Merve; Akincilar; Çiğdem (2007). Regiones Geográficas (em espanhol). Almanaque Turquia 2007 (www.byegm.gov.tr) pp. 25-88. Türk Haberler Ajansı (Agência Turca de Notícias). Página visitada em 1 de dezembro de 2010.
  11. a b c Yenen, Serif (1997). Geography (em inglês). www.turkishodyssey.com. Turkish Odyssey. Arquivado do original em 1 de abril de 2008. Página visitada em 27 de novembro de 2010.
  12. Geography (em inglês). www.turizm.net. Turizm.net. Arquivado do original em 27 de novembro de 2010. Página visitada em 27 de novembro de 2010.
  13. Yilmaz, Aras; Oğuz, Yunus. Taurus Mountains (em inglês). www.taurusmountains.org. Taurus Mountains. Arquivado do original em 27 de novembro de 2010. Página visitada em 27 de novembro de 2010.
  14. Mountains of Turkey (em inglês). www.turkeyodyssey.com. Turkey Travel Guide. Arquivado do original em 28 de novembro de 2010. Página visitada em 28 de novembro de 2010.
  15. a b Mapa Físico da Turquia (jpg) (em turco). www.erisi.com. Faculdade de Geografia da Universidade de Ancara. Arquivado do original em 28 de novembro de 2010. Página visitada em 28 de novembro de 2010.
  16. "Mount Ararat (mountain, Turkey)". (em inglês) Encyclopædia Britannica. Consultado em 27 de novembro de 2010. 
  17. Ağrı - Mount Ararat (em inglês). www.kultur.gov.tr. Ministério do Turismo da Turquia. Arquivado do original em 1 de dezembro de 2010. Página visitada em 1 de dezembro de 2010.
  18. Early American Expedition Of Mount Ararat (em inglês). Ararat Expedition (www.araratexpedition.com). Türkiye Seyahat Acentalari Birliği. Página visitada em 27 de novembro de 2010.
  19. Mountain climbing in Turkey (em inglês). www.kwintessential.co.uk. Arquivado do original em 4 de maio de 2008. Página visitada em 27 de novembro de 2010.
  20. a b c d e f Turkey - Climate (em inglês). Country Studies (countrystudies.us). Biblioteca do Congresso. Arquivado do original em 27 de setembro de 2006. Página visitada em 4 de dezembro de 2010.
  21. a b c d e f Climate of Turkey (em inglês). www.meteor.gov.tr. Turkish State Meteorological Service (2006). Arquivado do original em 1 de novembro de 2007. Página visitada em 4 de dezembro de 2010.
  22. a b c d e f Sensoy, Serhat; Demırcan, Mesut; Ulupinar, Yusuf; Balta, İzzet (2008). Climate of Turkey (pdf) (em inglês). emcc.dmi.gov.tr. Turkish State Meteorological Service; Eastern Mediterranean Climate Center. Arquivado do original em 4 de dezembro de 2010. Página visitada em 4 de dezembro de 2010.
  23. Weather Information for Istanbul (em inglês). World Weather Information Service (worldweather.org). Organização Meteorológica Mundial (2000). Arquivado do original em 27 de dezembro de 2010. Página visitada em 27 de dezembro de 2010.
  24. Yıllık Toplam Yağış Verileri - Rize (em turco). www.dmi.gov.tr. Turkish State Meteorological (2009). Arquivado do original em 27 de dezembro de 2010. Página visitada em 27 de dezembro de 2010.
  25. Natural geography of Turkey (em inglês). www.ecogeodb.com. ECO Geoscience Database. Arquivado do original em 26 de dezembro de 2010. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Geografia da Turquia