Geografia de Madagáscar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Geografia física de Madagáscar

Mapa de Madagáscar

Continente África
Região África Oriental
Coordenadas geográficas
Área  
 - Ranking 44º maior
 - Total
 - Terra
 - Água
Fronteiras  
 - Total
 - Países vizinhos Nenhum
Linha costeira
Reivindicações marítimas  
 - Mar territorial nm
 - Zona contígua nm
 - Zona econômica exclusiva nm
 - Plataforma continental nm
Extremos de elevação  
 - Ponto mais alto
 - Ponto mais baixo
Relevo
Clima
Recursos naturais
Uso da terra  
 - Terra arável
 - Cultivos permanentes
 - Outros
Terra irrigada
Perigos naturais
Problemas ecológicos

A Geografia de Madagascar compreende a Ilha do mesmo nome e algumas ilhas próximas. Está situado ao largo da costa de Moçambique, da qual está separado pelo Canal de Moçambique. Os vizinhos mais próximos de Madagáscar são a possessão francesa de Mayotte, a noroeste, a possessão francesa da Reunião, a leste, e as suas dependências Ilhas Gloriosas (noroeste), Ilha de João da Nova (oeste), Bassas da Índia e Ilha Europa (sudoeste) e Tromelin (leste), as Comores a noroeste e as Seychelles a norte.[1]

Geograficamente, é possível dividir Madagascar em três zonas paralelas longitudinais no sentido norte-sul: o planalto central, a estreita faixa litorânea do leste e a zona de mesetas e planícies do oeste. O planalto central, que se localiza numa altitude que varia de 800 e 1.400 metros acima do nível do mar, é responsável pela cobertura de mais 60% da área do país. É considerada uma elevação íngreme desde a faixa litorânea do leste e faz a descida suave acima da amplitude das planícies localizadas a oeste. O ponto mais alto é o pico Maromokotro, com 2 876 metros de altitude, no maciço Tsaratanana.[1]

Devido à localização geográfica da maior parte da ilha ao norte do Trópico de Capricórnio, o clima de Madagascar é tropical. O clima tropical ocorre nas costas noroeste e leste, mas a altitude proporciona mais amenidade ao clima que ocorre no planalto central. O clima no sul é de aridez extrema e na costa oeste, de calor e umidade. Os ciclones vindos do Oceano Índico são causadores de clima chuvoso e de inundações diárias. Os rios que correm na vertente leste são curtos e torrenciais (Mandrare e Mananara), enquanto os que correm na vertente do oeste têm mais comprimento e volume (Onilahy e Mangoky).[1]

A vegetação predominante de Madagascar é de savana, porque o homem destruiu parcialmente as matas originais. A fauna dos escassos remanescentes florestais é preciosamente singular: Madagascar e as ilhas Comores são os únicos pontos da Terra onde há sobrevivência de lêmures, pequenos e belos animais que pertencem à ordem dos primatas. Ainda são existentes em Madagascar mais de quarenta espécies de primatas.[1]

Pontos extremos[editar | editar código-fonte]


Flag-map of Madagascar.svg Madagáscar
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens

Referências

  1. a b c d Madagascar: géographie physique (em francês) Encyclopédie Larousse. Página visitada em 26 de junho de 2014.