Geopotencial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde setembro de 2014). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Por definição geopotencial em qualquer ponto da atmosfera é o trabalho realizado para elevar uma massa de ar de 1 kg do nível médio do mar até aquele ponto. A partir desta grandeza deriva-se a altura geopotencial, que é medida em metro geopotencial (mgp), onde divide-se o geopotencial pelo valor médio da aceleração da gravidade no nível médio do mar (9,80665 m/s2). Assim, pode-se determinar a altura dos níveis de pressão atmosférica num dado local, tendo como referência o nível médio do mar e não a elevação do local.

Fisicamente, a altura geopotencial é o trabalho requerido para levantar uma unidade de massa do nível médio do mar até um dado nível de pressão. Ela representa a altitude acima do nível do mar em que está um determinado nível de pressão, embora não seja exatamente a altitude verdadeira medida em metros. Esta grandeza é útil porque um dado nível de pressão não é paralelo a superfície terrestre, e estas variações de altitude do nível de pressão indicam regiões de alta e baixa pressão no geopotencial escolhido. Normalmente é utilizado na meteorologia geopotencial de 1000 (superfície), 850, 500 e 200hPa.

bibliografia http://www.inmet.gov.br/html/prev_clima_tempo/modelo/mbar/m_7km.html#