George Charles Bingham

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Charles Bingham, Earl de Lucan

O marechal de campo George Charles Bingham, 3.º Earl de Lucan, GCB (16 de abril, 180010 de novembro de 1888), conhecido como Lord Bingham antes de 1839, foi um militar britânico, recordado pela sua participação na guerra da Crimeia.

Participação na Guerra da Crimeia[editar | editar código-fonte]

George Charles Bingham

Com o rebentamento da Guerra da Crimeia, sendo o oficial de cavalaria presente de mais alta patente, foi nomeado comandante da divisão de cavalaria. O seu cunhado Lord Cardigan, que comandava a Brigada Ligeira, era um dos seus subordinados. Foi uma situação infeliz, pois ambos se odiavam mutuamente de forma bem profunda.

Durante a batalha de Balaclava, Lord Lucan recebeu ordens do comandante britânico, Lord Raglan, de avançar e carregar contra os canhões russos no fundo do vale. A ordem foi-lhe entregue pelo ajudante de campo de Lord Raglan, Capitão Nolan. Bingham ordenou a Brudenell que liderasse a carga da Brigada Ligeira contra os canhões, sendo o mesmo Nolan que teve que transmitir a mensagem. A cadeia de mal-entendidos e confusões que resultou daí acabou por causar a desastrosa Carga da Brigada Ligeira. Enquanto reagrupava a toda a velocidade a Brigada Pesada para a dirigir em auxílio à Brigada Ligeira, Bingham recebeu uma ferida leve numa perna. Posteriormente, Raglan culpou Lucan do desastre, afirmando que "você perdeu a Brigada Ligeira", e censurou nos seus relatórios; embora Lucan protestasse por tais censuras, a relação entre o chefe do exército e o chefe da cavalaria estava claramente destruída, pelo que foi chamado de volta a Inglaterra no início de março de 1855.

À chegada, Bingham pediu para declarar perante um conselho de guerra, mas a sua petição foi recusada, e defendeu-se das acusações de incompetência numa declaração frente à Câmara dos Lordes, em que acusava as ordens emitidas por Lord Raglan, e sobretudo a transmissão das mesmas realizadas pelo seu ajudante de campo, o Capitão Nolan, que tinha morrido durante a carga. A táctica aparentemente saíra-lhe bem, já que foi nomeado Cavaleiro da Ordem de Bath em 5 de julho, e Coronel chefe do 8.º Regimento de Reais Hussardos Irlandeses do Rei, que tinha carregado integrado na Brigada Ligeira, em 17 de novembro de 1855. Embora não voltasse a prestar serviço activo, foi elevado a Tenente general em 24 de dezembro de 1858, a General em 28 de agosto de 1865, e finalmente a Marechal de campo em 21 de junho de 1887

Morreu em 10 de novembro de 1888 na sua casa do n.º 13 de South Street, Park Lane, Londres, e foi enterrado em Laleham, Middlesex.