George Dantzig

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde março de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


George Dantzig
Matemática
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 8 de Novembro de 1914
Local Portland
Morte 13 de Maio de 2005 (90 anos)
Local Califórnia
Atividade
Campo(s) Matemática
Orientador(es) Jerzy Neyman[1]
Orientado(s) Robert Fourer, Ellis Lane Johnson, Thomas Magnanti, Roger J-B Wets, Yinyu Ye
Prêmio(s) Medalha Nacional de Ciências (1975), Prêmio Teoria John von Neumann (1975), Prêmio Harvey (1985), Gibbs Lecture (1990)

George Bernard Dantzig (Portland, 8 de Novembro de 1914Califórnia, 13 de maio de 2005)[2] foi um matemático estadunidense, autor da declaração formal do problema de transporte[3] , elaborou a teoria e a sua resolução computacional baseada no método simplex, em 1941. [4] Por este feito também é considerado "pai da programação linear".

Recebeu muitas honras, incluindo a Medalha Nacional de Ciências em 1975 e o primeiro Prêmio Teoria John von Neumann em 1975. Foi membro da Academia Nacional de Ciências, da Academia Nacional de Engenharia dos Estados Unidos, e da American Academy of Arts and Sciences.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Seu pai, Tobias Dantzig, foi um matemático russo que estudou com Henri Poincaré em Paris. Tobias se casou com uma estudante da Sorbonne (também estudante de matemáticas), Anja Ourisson, e com ela imigrou para os Estados Unidos, Oregon. Tobias acreditava que a sua pronúncia com sotaque russo o impediria de conseguir empregos outros que manuais, tais como pintor e construção de estradas. E foi nesse meio de pobreza económica que George nasceu.[2]

Anja conseguira o Mestrado em Francês, e trabalho na Biblioteca do Congresso em Washington, local para onde a família se mudara. George frequentou a Powell Junior High School onde, incentivado pelo pai, começou a obter excelentes notas em matemática. Passando para a Central High School, ficou fascinado pela geometria.

Entretanto, nos anos 1920 do século XX, o pai estava a trabalhar no seu famoso Number: the language of science, e George ajudou-o. Mais tarde escreveria:

«Como adolescente, preparei algumas figuras que aparecem no livro»[2]

O livro foi publicado em 1930, sendo reimpresso nos anos setenta.

Obteve o grau de bacharel em matemática e física na Universidade de Maryland em 1936. No verão desse mesmo ano, casou-se com Anne Shmuner.

Entre 1941 e 1945 Dantzig trabalhou no Pentágono, órgão de defesa americano, como especialista em planejamento e programação de atividades militares, época em que trabalhava intensamente com calculadoras de mesa.

Tirou o mestrado em matemática pela Universidade de Michigan, e doutoramento pela Universidade de Berkeley em 1946. Recebeu ainda doutorado honorário pela Universidade de Maryland em 1976.

Morreu em 13 de Maio de 2005, em sua casa em Stanford, Califórnia, de complicações das diabetes e doença cardiovascular.

Honras e prémios[editar | editar código-fonte]

Publicações[editar | editar código-fonte]

Livros por George Dantzig:

  • 1953 - Notes on linear programming. RAND Corporation.
  • 1956 - Linear inequalities and related systems. Com outros. Edição de H.W. Kuhn e A.W. Tucker. Princeton University Press.
  • 1963 - Linear programming and extensions. Princeton University Press e RAND Corporation.
  • 1966 - On the continuity of the minimum set of a continuous function. Com Jon H. Folkman e Norman Shapiro.
  • 1968 - Mathematics of the decision sciences.Com Arthur F. Veinott, Jr. Summer Seminar em Applied Mathematics 5th: 1967: Stanford University. American Mathematical Society.
  • 1969 - Lectures in differential equations. A. K. Aziz, editor geral. Contribuições: George B. Dantzig e outros.
  • 1970 - Natural gas transmission system optimization. Com outros.
  • 1973 - Compact city; a plan for a liveable urban environment. Com Thomas L. Saaty.
  • 1974 - Studies in optimization. Edição com B.C. Eaves. Mathematical Association of America.
  • 1985 - Mathematical programming: essays in honor of George B. Dantzig. Edição por R.W. Cottle. Mathematical Programming Society.
  • 1997 - Linear programming 1: Introduction. G.B.D. e Mukund N. Thapa. Springer-Verlag.
  • 2003 - Linear programming 2: Theory and Extensions. G.B.D. e Mukund N. Thapa. Springer-Verlag.
  • 2003 - The Basic George B. Dantzig. Edição por Richard W. Cottle. Stanford Business Books, Stanford University Press, Stanford, Califórnia.

Referências

  1. George Dantzig em Mathematics Genealogy Project
  2. a b c d Universidade de St. Andrews.
  3. Wikipédia. Ciência das redes. Visitado em 13 de janeiro de 2014.
  4. Saul I. Gass. In: Springer Science + Business Media, Inc.. An Annotated Timeline of Operations Research:: An Informal History (em <código de língua não-reconhecido>). 1ª. ed. Boston: Kluwer Academic Publishers, 2005. Capítulo Cap. 3. Birth of operations research from 1936 to 1946, seção 1941 Transportation problem. 211 pp. p. 51. vol. 2. ISBN 1-4020-8113-8. ISSN 1-4020-8113-8.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.