George Gamow

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
  • Não tem fontes.
  • Texto necessita de revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa.


George Gamow
Física, divulgador científico
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 4 de março de 1904
Local UcrâniaOdessa, Ucrânia
Morte 19 de agosto de 1968 (64 anos)
Local Estados UnidosBoulder, Colorado, Estados Unidos
Atividade
Campo(s) Física, divulgador científico
Instituições Universidade de Göttingen, Instituto Niels Bohr, Laboratório Cavendish, Universidade George Washington, Universidade da Califórnia em Berkeley, Universidade do Colorado em Boulder
Orientador(es) Alexander Friedmann
Orientado(s) Ralph Alpher
Prêmio(s) Prêmio Kalinga (1956)

George Anthony Gamov (em russo: Георгий Антонович Гамов/Georgi Antonowitsch Gamow; Odessa, 4 de março de 1904Boulder, 19 de agosto de 1968) foi um físico e divulgador científico norte-americano nascido na Ucrânia. Gamow tornou-se cidadão estadunidense em 1940.

George Gamow concebeu um importante trabalho sobre Cosmogonia com Ralph Alpher que foi publicado como a Teoria Alpher-Bethe-Gamov em 1948. Gamow adicionou o nome de Hans Bethe (que não participara da concepção do trabalho) para fazer um trocadilho com as três primeiras letras do alfabeto grego, alpha beta gamma. O trabalho delineava como os níveis atuais de hidrogênio e hélio no universo (dos quais se pensava, e ainda se pensa, que se estima que corresponda a 99% da "matéria comum" do universo, que corresponde à 4% da constituição do universo) poderiam ser perfeitamente explicados por reações que ocorreram durante o "Big Bang". Essa teoria trouxe apoio à teoria do Big Bang, proposta pelo padre Georges Lemaître em 1927, embora não explicasse a presença de elementos mais pesados do que o hélio (isso foi feito mais tarde por Fred Hoyle). Gamow era um forte defensor da teoria do Big Bang, e postulou em 1946 a existência e fez uma estimativa da intensidade da radiação de fundo residual. No entanto, os astrônomos e cientistas não fizeram o mínimo esforço para detectar essa radiação na época, devido à falta de interesse e à falta de maturidade da observação de micro-ondas. Como conseqüência, essa importante observação de apoio do Big Bang não foi feita até sua descoberta, em 1965, por Arno Penzias e Robert Woodrow Wilson, do Bell Telephone Laboratories.


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.