George Nathaniel Curzon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde outubro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
George Nathaniel Curzon.

George Nathaniel Curzon, 1.° Marquês Curzon de Kedleston KG, GCSI, GCIE, PC (11 de janeiro de 185920 de março de 1925) foi um nobre, diplomata, geógrafo político e estadista britânico.

Estudou no Balliol College, na Universidade de Oxford. Tendo sido, posteriormente, chanceler da mesma universidade. Foi governador-geral da Índia (1899-1905) e depois secretário de estado no Foreign and Commonwealth Office, cargo equivalente ao de ministro dos Negócios Estrangeiros, de Portugal. Foi, também, líder do Partido Conservador do Reino Unido e cavaleiro da Mais Nobre Ordem da Jarreteira. Deteve numerosos cargos políticos e acadêmicos, tendo escrito numerosas obras sobre geopolítica. Foi dado seu nome à linha Curzon, proposta linha de armistício de 1920 entre a Polónia e a República Socialista Federada Soviética da Rússia.

Lord Curzon foi presidente da Real Sociedade Geográfica do Reino Unido.

Casou-se duas vezes, causando escândalo o seu namoro com a famosa escritora britânica Elinor Glyn. Tendo comprado e restaurado na íntegra o Castelo de Bodiam, em East Sussex, Reino Unido.

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: George Nathaniel Curzon
Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com George Nathaniel Curzon
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre George Nathaniel Curzon
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.