George R. Stewart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

George Rippey Stewart (31 de Maio de 1895 - 22 de Agosto de 1980) foi um toponimista estado-unidense, um escritor e professor de inglês na Universidade de Berkeley, Califórnia (até 1962).

Nascido em Sewickley, Pensilvânia, George Stewart foi educado na Universidade Princeton, na universidade da Califórnia e na Universidade Columbia.

Ele é mais bem conhecido pelo seu único livro de ficção científica, Earth Abides, de 1949, uma ficção científica apocalíptica, pelo qual ganhou o primeiro International Fantasy Award em 1951. A ficção foi dramatizada no programa de rádio Escape e inspirou The Stand, obra de Stephen King.[1]

O seu livro de 1941, Storm, destacando-se como sua protagonista uma tempestade no Oceano Pacífico, chamada "Maria", que levou ao Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos a usar nomes pessoas para designar tempestades[2] e inspirou Alan Jay Lerner e Frederick Loewe a escrever a música "They Call the Wind Maria" para o músical Paint Your Yagon, em 1951.[3]

George R. Stewart foi um membro fundador da American Name Society em 1956-1957 e ele serviu, uma vez, como testemunha chave numa tentativa de assassinato de um especialista em nomes familiares. Seus trabalhos acadêmicos sobre a poesia métrica das baladas (publicada sob o nome de George R. Stewart Jr.), começando com sua dissertação em Ph.D., em 1922, na Universidade de Columbia, continua importante em sua área.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Dodds, Georges T. George R. Stewart (sidebar) (em inglês). Página visitada em 12-06-2007.
  2. National Hurricane Center. Naming Hurricanes (em inglês). Página visitada em 12-06-2007.
  3. Laboratório Oceanográfico e Meteorológico do Atlântico. Dorst, Neal. Hurricane Research Division: Frequently Asked Questions:J4 (em inglês). Página visitada em 15-04-2008.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.