George Romney

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Auto-retrato, s.d.

Museu do Louvre, Paris
Emma, Lady Hamilton (1785).

George Romney (Dalton-in-Furness, Lancashire, 26 de dezembro de 1734 - Kendal, Westmorland, 15 de novembro de 1802) foi um pintor inglês. Ao lado de Reynolds, Gainsborough e Ramsay, Romney completa o círculo de pintores que lideraram a retratística londrina na segunda metade do século XVIII.[1] Paralelamente aos retratos de importantes personalidades, executou graciosas imagens infantis, muito admiradas por seu frescor, e obras de temas históricos. Após uma temporada na Itália, orientou seu estilo rumo ao neoclassicismo, sob cujo signo produziu belos esboços. Emma Hart, futura Lady Hamilton, foi sua mais notória e última musa, estabelecendo nova inflexão em sua arte.[2]

Referências

  1. Marques, 1998, pp. 183.
  2. Grande Enciclopédia Larousse Cultural, 1998, pp. 5125.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Marques, Luiz (org.). Catálogo do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand: Arte da Península Ibérica, do centro e do norte da Europa. São Paulo: Prêmio, 1998. 183-184 pp. CDD-709.4598161
  • Vários. Grande Enciclopédia Larousse Cultural. Santana do Parnaíba: Plural, 1998. 5125 pp. ISBN 85-13-00775-7

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre George Romney
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.