George Van Biesbroeck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Asteróides descobertos: 16
990 Yerkes 23 de Novembro de 1922
993 Moultona 12 de Janeiro de 1923
1024 Hale 2 de Dezembro de 1923
1027 Aesculapia 11 de Novembro de 1923
1033 Simona 4 de Setembro de 1924
1045 Michela 19 de Novembro de 1924
1046 Edwin 1 de Dezembro de 1924
1079 Mimosa 14 de Janeiro de 1927
1270 Datura 17 de Dezembro de 1930
1312 Vassar 27 de Julho de 1933
1464 Armisticia 11 de Novembro de 1939
2253 Espinette 30 de Julho de 1932
2463 Sterpin 10 de Março de 1934
3211 Louispharailda 10 de Fevereiro de 1931
3378 Susanvictoria 25 de Novembro de 1922
3641 Williams Bay 24 de Novembro de 1922

George A. Van Biesbroeck (ou Georges-Achille Van Biesbroeck) (21 de Janeiro de 188023 de Fevereiro de 1974) foi um astrónomo belga-americano.

Ele descobriu o cometa periódico 53P/Van Biesbroeck, assim como dois cometas não-periódicos: C/1925 W1 (Van Biesbroeck 1) e C/1935 Q1 (Van Biesbroeck 2).

Ele também descobriu alguns asteróides.

Ele nasceu em Gante, Bélgica e tornou-se engenheiro civil. Entretanto, em 1904 deixou a profissão e juntou-se ao corpo de funcionários do Observatoire Royal de Belgique em Uccle.

Em 1915, enquanto ocorria a Primeira Guerra Mundial, ele foi convidado a vir para o Observatório Yerkes e trazer sua família consigo. Ele radicou-se nos Estados Unidos e trabalhou com cometas, asteróides e estrelas variáveis. Em 1945, ele se aposentou com 65 anos, mas permaneceu bastante ativo.

Van Biesbroeck ganhou a Medalha James Craig Watson em 1957.

O asteróide 1781 Van Biesbroeck recebe o nome em sua homenagem, assim como a cratera Van Biesbroeck na Lua e a anã vermelha Wolf 1055 AB. O Prémio George Van Biesbroeck, concedido pela American Astronomical Society, também tem esse nome em sua homenagem.