Georges Gurvitch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Georges Gurvitch (em russo: Гео́ргий Дави́дович Гу́рвич); nasceu em 11 de novembro de 1894 em Novorossiysk e morreu em 12 de dezembro 1965 em Paris; foi um sociólogo e jurista russo.

Um dos principais sociólogos de sua época e um especialista em Sociologia do Conhecimento. Em 1944 ele fundou a revista Cahiers Internationaux de Sociologie e ocupou uma cadeira de sociologia na Sorbonne, em Paris.

Principais convicções[editar | editar código-fonte]

Gurvitch é uma figura importante no desenvolvimento da Sociologia da lei. Assim como outros sociólogos ele insistiu que as leis não são regras ou decisões produzidas, interpretados e aplicados pelas agências do Estado, pois grupos e comunidades de vários tipos, sejam formais ou informalmente organizadas, produzem regulamento para si e para outros. Ele considerou que a legislação é um direito do ponto de vista sociológico.

O pluralismo jurídico de Gurvitch é mais rigoroso e radical do que a maioria dos grandes sociólogos e localiza uma imensa variedade de tipos de leis em vários tipos de interações sociais que se distinguiram em seus escritos. Ele viu a necessidade de enfatizar a realidade e a importância da legislação social e dos direitos sociais, em oposição ao que ele chamou de direito individual.

Sua carta de Direitos Sociais, elaborado no final da II Guerra Mundial, foi uma tentativa de afirmar um modelo jurídico de direitos sociais para um mundo pós-guerra onde a ideia dos direitos humanos era muito poderosa.

Obras e estudos de Gurvitch[editar | editar código-fonte]

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

  • Essai de Sociologie, (1939)
  • Sociology of law, (1942)
  • The Bill of Social Rights, (1945)
  • La vocation actuelle de la sociologie, (1950)
  • Le concept des classes sociales de Marx à nos jours, (1954)
  • The Spectrum of Social Time, (1958)
  • Dialectique et sociologie, (1962)
  • The Social Frameworks of Knowledge, (1972)

Estudos das obras de Gurvitch[editar | editar código-fonte]

  • Banakar, Reza, “Integrating Reciprocal Perspectives: On Georges Gurvitch’s Theory of Immediate Jural Experience” in 16 /1 Canadian Journal of Law and Society. 2001. Reprinted in Roger Cotterrell, ed., Law in Social Theory. Aldershot, Ashgate. 2006.
  • Banakar, Reza, “Georges Gurvitch” in Encyclopedia of Law and Society: American and Global Perspectives. Thousand Oaks: SAGE. 2006.
  • Belley, Jean-Guy, "Georges Gurvitch et les professionnels de la pensée juridique" in 4 Droit et Société 353-70 (1986)
  • Bosserman , Phillip, Dialectical Sociology: An Analysis of the Sociology of Georges Gurvitch. Boston: Porter Sargent (1968)
  • Carbonnier, Jean, "Gurvitch et les juristes" in 4 Droit et Société 347-51 (1986).
  • Hunt, Alan, "The Sociology of Law of Gurvitch and Timasheff: A Critique of Theories of Normative Integration" in Research in Law and Sociology, Vol. 2, pp. 169-204 (1979),
  • McDonald, Pauline , "The Legal Sociology of Georges Gurvitch" in 6 British Journal of Law and Society 24-52 (1979).
  • Noreau, Pierre and Andre-Jean Arnaud, "The Sociology of Law in France: Trends and Paradigms" in 25 Journal of Law and Society 258-83 (1998).