Gergelim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaGergelim / Sésamo
Sesamum indicum - Köhler–s Medizinal-Pflanzen-129.jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Pedaliaceae
Género: Sesamum
Espécie: S. indicum
Nome binomial
Sesamum indicum
L.

O gergelim (português brasileiro) ou sésamo (português europeu) é uma planta anual herbácea, gamopétala, originária do Oriente, pertencente à família das pedaliáceas (Sesamum indicum), com propriedades medicinais, de flores alvas, róseas ou vermelhas, hermafroditas, malcheirosas, dispostas nas axilas das folhas, e cujo fruto é cápsula oblonga, pubescente, com sementes oleaginosas, pequenas, amarelas, alvas ou pretas, arredondadas e levemente comprimidas. É cultivada na Ásia tropical por causa de suas sementes, que fornecem até 50% de óleo (ou azeite) confeccionado de sementes cruas e aquele de sementes previamente torradas resultam em dois produtos distintos, sendo o último mais utilizado como condimento em pratos orientais.

As sementes de gergelim são ricas em manganês, cobre e cálcio (90 mg de cálcio por colher de sopa para sementes integrais (não descascadas) e 10 mg para sementes descascadas), e contém Vitamina B1 e Vitamina E. Elas contém um poderoso antioxidante (chamados "lignans" em inglês), que também é anticancerígeno. Elas também contém fitoesteróis, que bloqueam a produção de colesterol. Os nutrientes do gergelim são melhores absorvidos se triturados antes do consumo.

Origem do nome[editar | editar código-fonte]

Gergelim provém do árabe vulgar gilgilan, do árabe clássico ģulģulãn, significando "grão de coentro".

Propriedades[editar | editar código-fonte]

As sementes de gergelim contêm uma grande variedade de princípios nutritivos de grande valor: lípidos (ou gorduras), mais ou menos 52%, praticamente todos eles constituídos por ácidos graxos insaturados, o que lhes confere uma grande eficácia na redução do nível de colesterol no sangue. Entre as gorduras, encontra-se a lecitina, que desempenha um papel importante no nosso organismo. E componente essencial do tecido nervoso, também se encontra no sangue, no sêmen e na bílis e intervém na função das glândulas sexuais.

A lecitina é um poderoso emulsionante, que facilita a dissolução das gorduras em meio aquoso. Uma das suas funções no sangue consiste em manter dissolvidos os lípidos, especialmente o colesterol, evitando assim que se deposite nas paredes das artérias. O gergelim é, com a soja, o mais rico em lecitina.

Uso[editar | editar código-fonte]

A espécie pretaé mais forte e é usada no preparo do gersal (gergelim e sal) um dos temperos básicos da cozinha macrobiótica. A semente clara depois de tostada e mooída dá origem a uma farinha que transforma-se em uma pasta conhecida como tahine.[2]

Referências

  1. [http://www.einstein.br/einstein-saude/NUTRICAO/Paginas/calcio-para-a-vida-toda.aspx Hospital Albert Einstein
  2. "Cozinha do Mundo - Sírio e Líbano". Editora Abril S.A. Página 160. (2010)
Commons
O Commons possui multimídias sobre Gergelim
Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Lamiales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.