Getz/Gilberto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Getz/Gilberto
Álbum de estúdio de Stan Getz e João Gilberto
Lançamento Março de 1964
Gravação 18 e 19 de março de 1963
Gênero(s) Jazz, Bossa nova
Duração 39:21
Idioma(s) Inglês, português
Formato(s) LP, CD
Gravadora(s) Verve Records
Produção Creed Taylor


Getz/Gilberto é um álbum de jazz e bossa nova lançado em 1964 pelo violonista brasileiro João Gilberto e pelo saxofonista estadunidense Stan Getz, com participação especial de Tom Jobim.

Informações[editar | editar código-fonte]

É considerado o álbum que popularizou a bossa nova em todo o mundo. Reúne: João Gilberto, considerado um dos criadores do gênero e Tom Jobim, também um dos criadores da Bossa Nova e o compositor da maioria das músicas do álbum, além de Stan Getz, que já tinha apresentado o gênero no álbum Jazz Samba. A pintura na capa do álbum é de autoria de Olga Albizu.

Receptividade[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svg [1]

O disco ganhou o Grammy de 1965 de Melhor Álbum do Ano, Melhor Disco de Jazz - individual ou grupo - e Melhor Arranjo Não Clássico. "Garota de Ipanema" ("The Girl from Ipanema", no disco) ganhou o Grammy de Música do Ano. Essa foi a primeira vez que um álbum de jazz conquistou a principal categoria do Grammy, fato que só se repetiu em 2008, com Herbie Hancock com o álbum River: The Joni Letters.

É considerado o 454º Melhor Álbum De Todos Os Tempos pela revista Rolling Stone[2]

Segundo a revista JazzTimes (11/94, pp. 88–89) - "(...)Essencial para todos os colecionadores sérios de Jazz (...) serve como prova que é possível uma música ser um sucesso tanto artística quanto comercialmente..."

O álbum foi incluso na lista dos 100 Álbuns indispensáveis do século XX, da revista Vibe (12/99, p. 158).

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "The Girl from Ipanema" (Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Norman Gimbel - versão) – 5:24
  2. "Doralice" (Dorival Caymmi, Antonio Almeida) – 2:46
  3. "Para Machucar Meu Coração" (Ary Barroso) – 5:05
  4. "Desafinado" (Tom Jobim, Newton Mendonça) – 4:15
  5. "Corcovado" (Tom Jobim, Gene Lees - versão) – 4:16
  6. "Só Danço Samba" (Tom Jobim, Vinícius de Moraes) – 3:45
  7. "O Grande Amor" (Tom Jobim, Vinícius de Moraes) – 5:27
  8. "Vivo Sonhando" (Tom Jobim) – 3:04
  9. "The Girl from Ipanema" – 2:54
  10. "Corcovado" – 2:20

As faixas 9 e 10 são singles, lançadas como bônus no relançamento do álbum em 1997.

Participações[editar | editar código-fonte]

Os relançamentos creditam erroneamente Tommy Williams como baixista,[3] [4] e Dori Caymmi como compositor de "Doralice".[5]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. [1]
  2. http://www.rollingstone.com/news/story/5938174/the_rs_500_greatest_albums_of_all_time/5
  3. Castro, Ruy, 1990. Chega de Saudade - A História e as histórias da bossa nova, São Paulo, Companhia das Letras, ISBN 85-7164-137-4 (Registros fotográficos das sessões de gravação comprovam Sebastião Neto como baixista)
  4. [2] (comentários de Arnaldo de Souteiro da compilação de 2004, mencionando o crédito errôneo)
  5. Dorival Caymmi
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de João Gilberto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.