Gheranda Samhita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Gheranda Samhita (em sânscrito धेरंड संहिता Gheraṇḍa saṃhitā, significando "coleção de Gheranda") é um manual de Hatha Yoga do século XVII que consta de 351 estrofes distribuídas em sete capítulos. É uma das três escrituras clássicas do Hatha Yoga e as técnicas que apresenta formam a base de muitas práticas do Yoga contemporâneo. O ensinamento apresenta-se em forma de diálogo entre o sábio Gheranda, de quem nada se conhece, e seu discípulo Chanda Kápáli. Esta obra Vaishnavita toma como modelo o Hatha Yoga Pradipika e alguns versos têm correspondência com os do dito manual.

Gheranda ensina uma disciplina de sete passos (sapta-sádhana) e descreve não menos de trinta e duas posturas (ásana) e vinte e cinco “selos” (mudra). A parte mais original deste trabalho é o extenso tratamento das técnicas de purificação (shodhana). Também propõe uma interessante classificação do fenómeno do ênstase (samádhi). Existem numerosos comentários a este texto.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Bahadur, Rai and Srisa Chandra Vasu. 191?. The Gheranda Samhita
  • Mallinson, James. 2004. The Gheranda Samhita [1]
  • Cunha, Gustavo. 2004. Gheraṇḍa Saṃhitā - Os ensinamentos do sábio Gheraṇḍa [2]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Gheranda Samhita